Geiranger, Noruega: fiorde ou conto de fadas

Geiranger, Noruega: fiorde ou conto de fadas

É impossível não ficar impressionado, ou até emocionado, com esta surpreendente criação da Mãe Natureza. O Geirangerfjord, de um azul cristalino, é cercado por picos majestosos e cobertos de neve, cascatas selvagens e uma luxuriante vegetação, formando uma das paisagens mais belas e inesquecíveis da Noruega, com selo da UNESCO. Quando se quer ilustrar a beleza de um fiorde norueguês, é o Geiranger que se elege. Ou não fosse ele considerado, ...

Ler Mais
Briksdal, Noruega: uma maravilha da Natureza

Briksdal, Noruega: um “must-have” para os colecionadores de maravilhas naturais da Europa

O glaciar de Briksdal é um ponto absolutamente crucial em qualquer rota pelos Fiordes da Noruega, um exemplar de Natureza em estado puro que nos recorda, inevitavelmente, do porquê de este país ser considerado um dos mais belos destinos da Europa. No Verão, a visita é ainda mais impactante, uma vez que, com o derretimento, partes da língua glacial se soltam e caem no lago adjacente, criando um espetáculo sensorial ...

Ler Mais
Madeira é (novamente) o melhor destino insular do mundo

Madeira é (novamente) o melhor destino insular do mundo

Os World Travel Awards, conhecidos como os “Óscares do Turismo”, realizam-se uma vez por ano e visam “reconhecer, premiar e celebrar a excelência em todos os setores da indústria do turismo” à escala global. Uma vez mais, a Madeira está de parabéns! A Madeira foi eleita, pela 6.ª vez consecutiva, como o “melhor destino insular do mundo” nos World Travel Awards. Face às atuais circunstâncias, a cerimónia desta edição decorreu no ...

Ler Mais

Sigiriya, o refúgio de um príncipe com sangue nas mãos?

Sigiriya significa “Pedra do Leão” e é parte obrigatória de qualquer roteiro pelo Sri Lanka. Além de ter sido nomeada Património da Humanidade pela UNESCO, esta gigante “pedra” foi, há mais de 1500 anos, uma fortaleza que serviu de refúgio ao rei Kassapa – ou, pelo menos, é isso que dizem os locais. Depois de ler este texto, poderá decidir qual a teoria que o(a) convence mais…

Ler Mais

As Maravilhas de Angkor VII – Templo de Phnom Bakheng

Uma das melhores partes da experiência angkoriana é subir o conjunto de escadas em pedra do lado oriental de Phnom Bakheng (ou, se preferir uma solução mais confortável, no dorso de um elefante pelo lado sul) até ao cume deste templo-montanha. É que, daqui, é possível desfrutar de uma vista soberba sobre Angkor, os seus templos e as suas torres, que adquirem um tom celestial e ainda mais belo com ...

Ler Mais

As Maravilhas de Angkor VI – Terraço dos Elefantes

Tal como uma flecha atravessada no coração de Angkor Thom, o Terraço dos Elefantes estende-se ao longo de mais de 300 metros e as suas paredes chegam a atingir os quatro metros de altura. Desta imensa plataforma, que servia como um balcão adjacente ao palácio real, Jayavarman VII costumava assistir à chegada do seu exército, a jogos e a muitas outras cerimónias sentado numa possante flor de lótus. No chão, ...

Ler Mais

As Maravilhas de Angkor IV – Banteay Srei

Não foi por acaso que este singelo templo situado cerca de trinta quilómetros a norte de Angkor adoptou, nos tempos modernos, a designação de Banteay Srei. A expressão significa “cidadela das mulheres” e foi a melhor maneira que os habitantes locais encontraram de fazer alusão às deusas que exibem as suas belas formas nas gravações do templo. São exactamente gravações como essas que, de tamanha perfeição e refinamento, tornam Banteay ...

Ler Mais

As Maravilhas de Angkor III – Templo Bayon

O Templo Bayon, localizado bem no centro de Angkor Thom, partilha com Angkor Wat o título de “maravilha suprema” da região. Nunca se chegou a uma decisão sobre qual deles o mais belo e fascinante e é por esse motivo que ambos são paragens obrigatórias em qualquer visita a Angkor. Contudo, o Templo Bayon possui uma mais-valia que o coloca na dianteira: dezenas e dezenas de rostos de pedra, simpáticos ...

Ler Mais