Briksdal, Noruega: uma maravilha da Natureza

Briksdal, Noruega: um “must-have” para os colecionadores de maravilhas naturais da Europa

O glaciar de Briksdal é um ponto absolutamente crucial em qualquer rota pelos Fiordes da Noruega, um exemplar de Natureza em estado puro que nos recorda, inevitavelmente, do porquê de este país ser considerado um dos mais belos destinos da Europa. No Verão, a visita é ainda mais impactante, uma vez que, com o derretimento, partes da língua glacial se soltam e caem no lago adjacente, criando um espetáculo sensorial e tanto.

O Briksdal é um dos braços mais acessíveis e conhecidos do vasto glaciar Jostedal, que, com os seus surpreendentes 450 km2, constitui a maior massa de gelo de toda a Europa continental. Está localizado no município de Stryn, no condado de Vestland, na Noruega, e termina num pequeno lago glacial, Briksdalsbrevatnet, que fica 346 metros acima do nível do mar.

A dimensão do glaciar de Briksdal não depende somente da temperatura, sendo também fortemente afetada pela precipitação. As medições efetuadas desde o início do século XX mostram pequenas mudanças nas primeiras décadas, com avanços na frente glacial em 1910 e 1929. Já no período entre 1934 e 1951 o glaciar recuou sensivelmente 800 metros, expondo o lago glacial. Em contrapartida, no período de 1967 a 1997, expandiu-se em 465 metros e cobriu todo o lago. Foi graças à expansão ocorrida na década de 1990 que este glaciar conseguiu atrair a atenção internacional, dado crescer continuamente numa época em que outros glaciares europeus “encolhiam” a olhos vistos.

Infelizmente, quem o visita hoje apercebe-se do enorme recuo que o Briksdal tem vindo a sofrer nos últimos 30 anos. O glaciar tem sido um dos mais prejudicados pelos efeitos do aquecimento global, bastando comparar fotografias com meia dúzia de anos de diferença para constatar a retração. Ainda que não possamos saber em quanto tempo, preveem os especialistas que esta maravilha da Natureza está destinada a desaparecer, eternizando-se apenas na memória dos que tiverem a sorte de a visitar antes da sua evaporação total.

Apesar de contar com uns “meros” 11 km2, o Briksdal converteu-se num dos glaciares mais visitados da Noruega, graças à sua acessibilidade e às impressionantes paisagens que o rodeiam, com elevados picos, dezenas de quedas-de-água e uma espantosa fauna. A povoação mais próxima do glaciar é Olden, situada a 23 km, onde podemos encontrar todo o tipo de serviços, incluindo restaurantes e alojamentos. Bergen, porta de entrada para os fiordes, está a 300 km de distância (o que corresponde mais ou menos a 5 horas de viagem), enquanto a capital Oslo está um pouco mais longe, a 7 horas de caminho.

(Clique para aumentar)

Créditos de imagem: Shutterstock Inc.

PODERÁ TAMBÉM GOSTAR DE...

Geiranger, Noruega: fiorde ou conto de fadas

Geiranger, Noruega: fiorde ou conto de fadas

Madeira é (novamente) o melhor destino insular do mundo

Madeira é (novamente) o melhor destino insular do mundo

Sigiriya, o refúgio de um príncipe com sangue nas mãos?

Postojna: uma herança insubstituível com 70 milhões de anos