Viagens em Grupo, Culturais e de Autor | Agência de Viagens Pinto Lopes - Lisboa e Porto, Portugal

Situação atual dos destinos

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Acores-Completo_9-ilhas

AÇORES

Para entrar nos Açores: Ao momento não existem restrições à entrada de passageiros nos Açores desde Portugal Continental.

Regras no destino: uso obrigatório de máscara em todos os espaços interiores e transportes.

Para mais informações, consulte o site https://destinoseguro.azores.gov.pt/?page_id=8908

Para regressar a Portugal Continental, as medidas de controlo e fiscalização não se aplicam a voos domésticos.

Para mais informações, consulte o site https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal;

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 09-06-2022

[Início]

Safe Travel - Segurança em Viagem | Pinto Lopes Viagens 

MADEIRA

Ao momento não existem restrições à entrada de passageiros na Madeira.

Regras no destino:
– Uso obrigatório de máscara para todas as pessoas com mais de 6 anos, em todos os espaços interiores e exteriores;
– Os transportes públicos estão a operar;
– As lojas de bens e serviços estão abertas, com limites de capacidade;
– Os hotéis e alojamentos estão abertos, com limites de capacidade;
– Os restaurantes e cafés estão abertos, com limites de capacidade;
– As instituições culturais, como museus, monumentos e atrações estão abertas, com limites de capacidade;
– Para entrada nos restaurantes, bares e similares, discotecas, ginásios, atividades desportivas e demais atividades culturais, sociais, recreativas e similares é obrigatório apresentar esquema de vacinação iniciado ou completo; ou certificado de recuperação; ou teste rápido antigénio.

Para mais informações, consulte o site https://www.visitmadeira.pt/pt-pt/info-uteis/corona-virus-(covid-19)/informacoes-covid-19 // https://madeirasafe.com/#/

Para regressar a Portugal Continental é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)

Certificado Digital COVID da UE – Recuperação
com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em:
https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 10-02-2022

[Início]

Berlim,-dresden,-potsdam_5

ALEMANHA

Para entrar na Alemanha: as Autoridades alemãs exigem a todos os passageiros, maiores de 6 anos, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
OU
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação
– Com validade máxima de 3 meses após a infeção.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 48h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 48h, com resultado negativo)

Regras no destino:
– Manter distanciamento social e evitar grandes aglomerados;
– Uso obrigatório de máscara FFP2 para todas as pessoas com mais de 12 anos, em todos os espaços públicos interiores e exteriores;
– Para entrar em recintos fechados como bares, restaurantes, cafés, museus, etc. é obrigatório ter Certificado Digital Covid que ateste vacinação completa ou Recuperação;
– As lojas de serviços e bens estão abertas, com limites de capacidade;
– Os transportes públicos estão em funcionamento, com limites de capacidade;
– Os restaurantes, cafés e bares começam a abrir gradualmente mediante situação epidemiológica de cada cidade e com limites de capacidade;
– As instituições culturais como museus, monumentos e atrações começam a abrir gradualmente mediante situação epidemiológica de cada cidade.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://www.auswaertiges-amt.de/en/coronavirus/2317268 // https://www.bundesgesundheitsministerium.de/en/coronavirus-infos-reisende/faq-tests-entering-germany.html // https://lufthansa.travel-regulations.com/route-info?origin=OPO&destination=FRA&search-enabled=true

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos.

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em: https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 03-03-2022

[Início]

Angola

ANGOLA

Para entrar em Angola: As autoridades Angolanas permitem a entrada a turistas portugueses que apresentem:
– Comprovativo de teste PCR à Covid-19, com resultado negativo, realizado nas 72 horas anteriores à partida;
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa* contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada).

*Entenda-se por vacinação completa qualquer uma das situações indicadas abaixo:
– Dose de reforço de uma vacina de duas doses;
– Segunda dose de uma vacina de dose única;
– Duas doses de uma vacina de duas doses;
– Uma dose de uma vacina de dose única.

À chegada a Luanda, todos os passageiros têm que:
– Efetuar teste PCR ou antigénio pós desembarque no aeroporto – Reserva e compra efetuada antecipadamente (https://servicos.minfin.gov.ao/pservpublico/eminsa);
– Antes da saída do país, obrigatório efetuar novo teste PCR ou antigénio.

Formulários:
– Formulário de Registo de Viagem preenchido previamente online
https://viagem.covid19.gov.ao/en/, carregando uma cópia do passaporte, bilhete de avião, cópia do visto e resultado do teste PCR.
A Pinto Lopes Viagens apoia no tratamento deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Regras no destino:
– Obrigatório o uso de máscaras na via pública e em espaços fechados
– Cumprimento de distância de segurança
– Apresentação de certificado de vacinação em espaços públicos
– Restaurantes, cafés e bares estão abertos, para clientes vacinados e com limitação;

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://viagem.covid19.gov.ao
https://www.gov.uk/foreign-travel-advice/angola/entry-requirements
https://portaldascomunidades.mne.gov.pt/pt/vai-viajar/conselhos-aos-viajantes/africa/angola

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 26-04-2022

[Início]

The famous Elephant Rock of Al-Ula, Saudi Arabia.

ARÁBIA SAUDITA E BAHRAIN

Para entrar na Arábia Saudita: As Autoridades da Arábia Saudita permitem a entrada a todos os passageiros sem necessidade de apresentar Certificado Digital COVID da EU de vacinação, recuperação ou teste.
Passageiros que tenham estado os últimos 14 dias no Irão, Líbano ou Turquia, não estão autorizados a entrar no país.

Formulários:
– Visto de turismo válido (obtido através do site https://visa.visitsaudi.com)
– Obrigatório efetuar o download da aplicação Tawakkalna, sendo que apenas em Jeddah a mesma entrará em funcionamento (https://ta.sdaia.gov.sa/en/index).

Regras no destino:
– Medição da temperatura à chegada ao aeroporto;
– Uso obrigatório de máscaras em espaços fechados e transportes públicos
– Cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://www.emirates.com/pt/portuguese/before-you-fly/visa-passport-information/visa-passport-information-results/?widgetheader=visa&nationality=pt&destination=sa
https://www.visitsaudi.com/en/travel-regulations

Para entrar no Bahrain: As Autoridades do Bahrain permitem a entrada a todos os passageiros sem necessidade de apresentar Certificado Digital COVID da EU de vacinação, recuperação ou teste.

Regras no destino:
– O uso de máscara em espaços fechados e transportes públicos é recomendado
– Cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://healthalert.gov.bh/en/article/entry-procedures-through-kingdom-of-bahrain

Escala no Dubai: Passageiros em trânsito não são obrigados a submeter um teste PCR no Dubai; terão que cumprir as normas sanitárias e de acesso ao país de destino.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site:
https://u.ae/en/information-and-services/justice-safety-and-the-law/handling-the-covid-19-outbreak/travelling-amid-covid-19/travelling-to-the-uae

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)

Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 10-05-2022

[Início]

Cruzeiro Argentina, Uruguai e Chile

ARGENTINA E CHILE

Para entrar na Argentina é obrigatório:
• Completar o formulário digital chamado Declaración Jurada para viajeros, disponível em https://ddjj.migraciones.gob.ar/app/home.php , nas 48h antes da entrada no país.
• Apresentar comprovativo de seguro com cobertura COVID-19
• Recomenda-se aos passageiros não vacinados a realização de um teste PCR à Covid-19 nas 24h após a entrada no país.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: www.argentina.gob.ar/interior/migraciones/ddjj-migraciones

Para entrar no Chile é obrigatório:

• Ter o Esquema de vacinação com pelo menos 2 doses homologado antes da entrada no Chile em https://mevacuno.gob.cl/ . Não se aplica a menores de 6 anos.
• Teste PCR negativo realizado até 72h antes do embarque OU certificado de recuperação (a partir dos 2 anos).
• Apresentar comprovativo de seguro com cobertura COVID-19
• Completar o formulário digital chamado Declaración Jurada para viajeros, disponível em https://c19.cl/#/ , nas 48h antes da entrada no país.
Os menores de idade também devem ter o formulário preenchido.
• À chegada ao Chile os passageiros são aleatoriamente testados (gratuitamente), podendo aguardar o resultado do teste no hotel.

Regras no destino:
– Uso obrigatório de máscara em todos os espaços interiores e exteriores.
– As atividades turísticas, atrações culturais, bibliotecas, cinemas e teatros, casinos e outros estão abertos, embora com capacidade reduzida.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites:
https://www.chile.travel/pt-br/planoviagemparaochile/
https://chile.gob.cl/chile/ingreso-a-chile-desde-el-exterior

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
• Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
• Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo
• Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 12-05-2022

[Início]

Viagem a Austrália e Nova Zelândia | Roteiros de Viagem na Austrália e Nova Zelândia

AUSTRÁLIA

Para entrar na Austrália: As autoridades Australianas permitem a entrada a turistas portugueses que apresentem:
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada)

As regras no destino variam conforme o Estado Australiano que se visita:
Victoria e Território Norte: Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);
Queensland e Nova Gales do Sul: À chegada, todos os passageiros têm que efetuar teste antigénio e aguardar o resultado no hotel reservado, exceto se tiverem efetuado um teste antigénio ou PCR já em território australiano nas 24h após a chegada ao país.

Formulários
– Formulário de declaração de saúde preenchido previamente online “Digital Passenger Declaration (DPD)” (https://dpd.homeaffairs.gov.au)
– Visto de turismo válido (E-visa – https://online.immi.gov.au/lusc/login)
– Autorização de entrada (ETA)
A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Regras no destino:
– Obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos
– Cumprimento de distância de segurança
– Instituições culturais como museus, monumentos e atrações estão abertos, com limitações de capacidade.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://www.health.gov.au/health-alerts/covid-19/international-travel
https://www.homeaffairs.gov.au/covid19
https://www.coronavirus.vic.gov.au/information-overseas-travellers
https://coronavirus.nt.gov.au/travel/border-entry
https://www.qld.gov.au/health/conditions/health-alerts/coronavirus-covid-19/current-status/public-health-directions/travelling-to-queensland
https://www.nsw.gov.au/covid-19/travel-restrictions

Para entrar no Dubai:

As autoridades locais do Emirado do Dubai permitem a entrada a turistas Portugueses, que apresentem 1 dos seguintes requisitos:
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);
OU
– Certificado Digital Covid de Recuperação da Covid-19 (válido no período de 1 mês a partir da data de recuperação até à data da chegada)
OU
– Comprovativo de teste PCR à Covid-19, com resultado negativo, realizado nas 48 horas anteriores à partida, emitido em inglês e em suporte de papel;

Regras no destino:
– Obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos
– Cumprimento de distância de segurança
– Instituições culturais como museus, monumentos e atrações estão abertos, com limitações de capacidade.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site:
https://www.emirates.com/pt/english/help/covid-19/dubai-travel-requirements/tourists/
https://www.visitdubai.com/pt/coronavirus-advisory

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:

Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)

Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em:
https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card
Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 20-04-2022

[Início]

Auckland-2

AUSTRÁLIA E NOVA ZELÂNDIA

Para entrar na Austrália:

As autoridades Australianas permitem a entrada a turistas portugueses que apresentem:
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada)

As regras no destino variam conforme o Estado Australiano que se visita:
Victoria e Território Norte: Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);
Queensland e Nova Gales do Sul: À chegada, todos os passageiros têm que efetuar teste antigénio e aguardar o resultado no hotel reservado, exceto se tiverem efetuado um teste antigénio ou PCR já em território australiano nas 24h após a chegada ao país.

Formulários
– Formulário de declaração de saúde preenchido previamente online “Digital Passenger Declaration (DPD)” (https://dpd.homeaffairs.gov.au)
– Visto de turismo válido (E-visa – https://online.immi.gov.au/lusc/login)
– Autorização de entrada (ETA)
A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Regras no destino:
– Obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos
– Cumprimento de distância de segurança
– Instituições culturais como museus, monumentos e atrações estão abertos, com limitações de capacidade.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://www.health.gov.au/health-alerts/covid-19/international-travel
https://www.homeaffairs.gov.au/covid19
https://www.coronavirus.vic.gov.au/information-overseas-travellers
https://coronavirus.nt.gov.au/travel/border-entry
https://www.qld.gov.au/health/conditions/health-alerts/coronavirus-covid-19/current-status/public-health-directions/travelling-to-queensland
https://www.nsw.gov.au/covid-19/travel-restrictions

Para entrar na Nova Zelândia:

As fronteiras da Nova Zelândia vão abrir aos passageiros Europeus a partir de dia 2 de maio de 2022.
As Autoridades Neozelandesas irão permitir a entrada de turistas Portugueses (residentes em Portugal) que apresentem:
– Comprovativo de teste PCR à Covid-19 ou antigénio (em inglês), com resultado negativo, realizado nas 48 horas/24 horas anteriores à partida, respetivamente;
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada).

À chegada a Queenstown:
– Será entregue no aeroporto um pack de testes antigénio (2 unidades), com instruções para efetuar novo teste no dia de chegada e repetir o teste aos 5º/6º dias no destino, cujo resultado deve ser reportado ao Ministério da Saúde Neozelandês;
– Apresentar o código QR gerado no formulário de declaração de saúde “Traveller Pass”.

Formulários
– Formulário de declaração de saúde preenchido previamente online “New Zealand Traveller Declaration” (https://www.travellerdeclaration.govt.nz)
– Autorização de entrada (NZeTA) (https://nzeta.immigration.govt.nz)
A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Regras no destino:
– Obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos, abertos ou fechados, incluindo no autocarro do circuito
– Cumprimento de distância de segurança
– Instituições culturais como museus, monumentos e atrações estão abertos, com limitações de capacidade.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://www.immigration.govt.nz/formshelp/request-for-travel-to-new-zealand
https://covid19.govt.nz/international-travel/travel-to-new-zealand

Para entrar no Dubai:

As autoridades locais do Emirado do Dubai permitem a entrada a turistas Portugueses, que apresentem 1 dos seguintes requisitos:
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);
OU
– Certificado Digital Covid de Recuperação da Covid-19 (válido no período de 1 mês a partir da data de recuperação até à data da chegada)
OU
– Comprovativo de teste PCR à Covid-19, com resultado negativo, realizado nas 48 horas anteriores à partida, emitido em inglês e em suporte de papel;

Regras no destino:
– Obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos
– Cumprimento de distância de segurança
– Instituições culturais como museus, monumentos e atrações estão abertos, com limitações de capacidade.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site:
https://www.emirates.com/pt/english/help/covid-19/dubai-travel-requirements/tourists/
https://www.visitdubai.com/pt/coronavirus-advisory

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:

• Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

• Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)

• Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em:
https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card
Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 20-04-2022

[Início]

Viagem à Áustria | Pinto Lopes Viagens

ÁUSTRIA

Para entrar na Áustria: as Autoridades Austríacas já não exigem a apresentação de qualquer certificado.

Regras no destino:
– Manter distanciamento social e evitar grandes aglomerados.
– Apenas em Viena mantém-se o uso obrigatório de máscara FFP2 para todas as pessoas com mais de 12 anos nos transportes públicos e estabelecimentos de saúde.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.austria.info/en

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina;
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 21/06/2022

 

[Início]

Asia-Central

ÁSIA CENTRAL: TAJIQUISTÃO, SUL UZBEQUISTÃO E QUIRGUISTÃO


Para entrar no Tajiquistão: As autoridades do Tajiquistão permitem a entrada a turistas portugueses que, apresentem um comprovativo de realização de teste RT-PCR de despiste à COVID-19 (em inglês), com resultado negativo, efetuado até 72 horas antes da chegada.

Regras no destino:
– Medição da temperatura e teste à Covid, aleatório, à chegada ao aeroporto;
– obrigatório o uso de máscaras em espaços e transportes públicos
– cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.iatatravelcentre.com/world.php
https://tj.usembassy.gov/covid-19-information/

Para entrar no Uzbequistão: As autoridades do Uzbequistão permitem a entrada a turistas portugueses que apresentem:
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada).
OU
– Comprovativo de realização de teste RT-PCR de despiste à COVID-19 (em inglês), com resultado negativo, efetuado até 72 horas antes da viagem.

Regras no destino:
– obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos
– cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://uzbekistan.travel/en/o/covid-19-in-uzbekistan/

Para entrar do Quirguistão: As autoridades do Quirguistão permitem a entrada a turistas portugueses, que apresentem:
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada).
OU
– Comprovativo de realização de teste RT-PCR de despiste à COVID-19 (em inglês), com resultado negativo, efetuado até 72 horas antes da viagem.

Regras no destino:
– obrigatório o uso de máscaras em espaços e transportes públicos
– cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://www.tripsguard.com/destination/kyrgyzstan/

Escala na Turquia: Passageiros em trânsito não são obrigados a submeter um teste PCR na Turquia; terão que cumprir as normas sanitárias e de acesso ao país de destino.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.turkishairlines.com/pt-int/announcements/coronavirus-outbreak/what-you-should-know-during-the-pandemic/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:

Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)

Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 06/05/2022

 

[Início]

Azerbaijao

AZERBAIJÃO, GEÓRGIA E ARMÉNIA

Para entrar no Azerbaijão: As Autoridades do Azerbaijão exigem a todos os passageiros, com idade igual ou superior a 18 anos, que apresentem:
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);

Formulários
– Visto de turismo válido (obtido através do site https://evisa.gov.az/en)

Regras no destino:
– Uso de máscaras não é obrigatório, mas é recomendado

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.mfa.gov.az/en/category/entry-rules-to-the-republic-of-azerbaijan-during-covid-19-pandemic
https://tourismboard.az/page/314-COVID-19

Para entrar na Geórgia: As Autoridades da Geórgia exigem a todos os passageiros, com idade igual ou superior a 10 anos, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);
OU
– Comprovativo de realização de teste RT-PCR de despiste à COVID-19 (em inglês, russo ou georgiano), com resultado negativo, efetuado até 72 horas antes da chegada;

Regras no destino:
– Uso obrigatório de máscaras em espaços fechados e transportes públicos
– Cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://georgia.travel/en_US/article/covid-travel-alert
https://mfa.gov.ge/MainNav/CoVID-19-sakitkhebi/sazgvris-kvetis-regulaciebi.aspx

Para entrar na Arménia: As Autoridades da Arménia exigem a todos os passageiros o cumprimento de um dos seguintes requisitos:
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);
OU
– Comprovativo de realização de teste RT-PCR de despiste à COVID-19 (em inglês, russo ou arménio), com resultado negativo, efetuado até 72 horas antes da chegada;

Regras no destino:
– obrigatório o uso de máscaras em espaços e transportes públicos
– Cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://www.gov.am/en/covid-travel-restrictions/

Escala na Turquia: Passageiros em trânsito não são obrigados a submeter um teste PCR na Turquia; terão que cumprir as normas sanitárias e de acesso ao país de destino.
Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.turkishairlines.com/pt-int/announcements/coronavirus-outbreak/what-you-should-know-during-the-pandemic/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)

Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 05/05/2022

[Início]

Balcas-com-Kosovo

BALCÃS COM KOSOVO

  CROÁCIA  

Para entrar na Croácia: As Autoridades Croatas permitem a entrada a todos os passageiros, que apresentem um dos seguintes requisitos (estão isentas crianças com menos de 12 anos):
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas 72h anteriores à chegada ao destino, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas 24h anteriores à chegada ao destino, com resultado negativo)
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com mais de 11 dias e validade máxima de 6 meses após a infeção

Formulário: As Autoridades Croatas solicitam o preenchimento de um formulário de inscrição eletrónico, disponível on-line, antes da chegada ao país de forma a facilitar a mobilidade no país. A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes do seu circuito.

Regras no destino:
– É obrigatório o uso de máscaras faciais em todos os espaços interiores públicos, e sempre que não for possível manter a distância de segurança mínima de 1,5 metros.
– Os restaurantes e cafés estão abertos, com limites de capacidade.
– As instituições culturais como museus, monumentos e atrações estão abertas, mas, com limites de capacidade.
– Os transportes públicos estão a funcionar.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://croatia.hr/en-GB/coronavirus-2019-ncov-q-and-a // https://www.koronavirus.hr/najnovije/ogranicavanje-okupljanja-i-druge-nuzne-epidemioloske-mjere-i-preporuke/870

  MONTENEGRO  

Para entrar em Montenegro: Ao momento não existem restrições à entrada de passageiros em Montenegro.

Regras no destino:
– É obrigatório o uso de máscaras faciais, a partir dos 5 anos de idade, em todos os espaços públicos, sejam eles abertos ou fechados, incluindo transportes públicos e, manter uma distância de segurança de, pelo menos, 2 metros.
– As lojas de bens e serviços estão abertas, com limites de capacidade.
– Os restaurantes e cafés estão abertos, com limites de capacidade;
– As instituições culturais como museus, monumentos e atrações estão abertas, com limites de capacidade.
– Os transportes públicos estão a operar, com limites de capacidade.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.covidodgovor.me/me/opste-mjere //
https://www.gov.me/en/documents/31010f7e-6a7d-4b9b-9e15-842a3e312cfb

  ALBÂNIA  

Para entrar na Albânia: Autoridades Albanesas permitem a entrada a todos os passageiros, que apresentem um dos seguintes requisitos (estão isentas crianças com menos de 6 anos):

Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas 72h anteriores à chegada ao destino, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas 48h anteriores à chegada ao destino, com resultado negativo)
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com mais de 11 dias e validade máxima de 6 meses após a infeção

Regras no destino:
– É obrigatório o uso de máscara em espaços públicos fechados, para todas as pessoas com mais de 10 anos;
– Deixou de ser obrigatório o uso de máscara espaços públicos abertos / ao ar livre sempre que a distância de segurança mínima seja superior a 2 metros.
– Os restaurantes e cafés estão abertos, com limites de capacidade.
– As instituições culturais como museus, monumentos e atrações estão abertas, mas, com limites de capacidade.
– Os transportes públicos estão a funcionar.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://al.usembassy.gov/covid-19-information/

  MACEDÓNIA  

Para entrar na Macedónia: Autoridades Macedónias permitem a entrada a todos os passageiros, que apresentem um dos seguintes requisitos (estão isentas crianças com menos de 18 anos):
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas 72h anteriores à chegada ao destino, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas 48h anteriores à chegada ao destino, com resultado negativo)
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com mais de 11 dias e validade máxima de 6 meses após a infeção

Regras no destino:
– É obrigatório o uso de máscara em espaços públicos fechados, para todas as pessoas com mais de 10 anos;
– Deixou de ser obrigatório o uso de máscara espaços públicos abertos / ao ar livre sempre que a distância de segurança mínima seja superior a 2 metros.
– Os restaurantes e cafés estão abertos, com limites de capacidade;
– As instituições culturais como museus, monumentos e atrações estão abertas, mas, com limites de capacidade.
– Os transportes públicos estão a funcionar.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://mk.usembassy.gov/covid-19-information/
https://www.atlys.com/countries/MK

  KOSOVO  

Para entrar no Kosovo: Autoridades Kosovares permitem a entrada a todos os passageiros, que apresentem um dos seguintes requisitos (estão isentas crianças com menos de 18 anos):
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas 72h anteriores à chegada ao destino, com resultado negativo
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com mais de 21 dias e validade máxima de 3 meses após a infeção

  SÉRVIA  

Para entrar na Sérvia: As Autoridades Sérvias permitem a entrada a todos os passageiros, que apresentem um dos seguintes requisitos (estão isentas crianças com menos de 12 anos):
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas 48h anteriores à chegada ao destino, com resultado negativo
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com mais de 14 dias e validade máxima de 6 meses após a infeção

Regras no destino:
– É obrigatório o uso de máscara em espaços públicos fechados, para todas as pessoas com mais de 10 anos;
– Deixou de ser obrigatório o uso de máscara espaços públicos abertos / ao ar livre sempre que a distância de segurança mínima seja superior a 2 metros.
– Os restaurantes e cafés estão abertos, com limites de capacidade;
– As instituições culturais como museus, monumentos e atrações estão abertas, mas, com limites de capacidade.
– Os transportes públicos estão a funcionar.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://www.srbija.gov.rs/#covid-19

  ESCALA  

Para transitar na Alemanha: as Autoridades Alemãs exigem a todos os passageiros, maiores de 6 anos, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:

Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
OU
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação
– Com validade máxima de 3 meses após a infeção.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 48h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 48h, com resultado negativo)

As autoridades alemãs não permitem que os passageiros usem máscaras de tecido/máscaras comunitárias.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://www.auswaertiges-amt.de/en/coronavirus/2317268 // https://www.bundesgesundheitsministerium.de/en/coronavirus-infos-reisende/faq-tests-entering-germany.html // https://lufthansa.travel-regulations.com/route-info?origin=OPO&destination=FRA&search-enabled=true

  PARA REGRESSAR A PORTUGAL  

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação
com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal Continental, disponível em:
https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 14/04/2022

[Início]

Belgica

BÉLGICA E HOLANDA

Para entrar na Bélgica e Holanda: as Autoridades Belgas e Holandesas exigem a todos os passageiros, maiores de 12 anos, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:

Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:

– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 150 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
OU
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

Certificado Digital COVID da UE – Recuperação

– Com validade máxima de 6 meses após a infeção.

Formulário: as Autoridades Belgas e Holandesas exigem o preenchimento de um formulário online para entrar no país. A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.
https://travel.info-coronavirus.be/public-health-passenger-locator-form (Bélgica)
+
https://www.government.nl/topics/coronavirus-covid-19/documents/publications/2021/07/20/covid-19-and-flying-health-declaration-form (Holanda)

  REGRAS NO DESTINO  

BÉLGICA
• Uso obrigatório de máscara a todas as pessoas (exceto menores de 6 anos), em todos os espaços públicos interiores;
• Manter distanciamento social e evitar grandes aglomerados;
• Os restaurantes, cafés e bares encontram-se em funcionamento, mas com limites de capacidade (seis pessoas por mesa), exigindo à entrada a apresentação do Certificado Digital COVID da EU de:

Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 150 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
OU
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
OU
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo.
Recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção.

HOLANDA
• Uso obrigatório de máscara a todas as pessoas (exceto menores de 13 anos), em todos os espaços públicos interiores;
• Manter distanciamento social e evitar grandes aglomerados;
• Os restaurantes, cafés e bares encontram-se em funcionamento, mas com limites de capacidade, exigindo à entrada a apresentação do Certificado Digital COVID da EU de:

Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
OU
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
OU
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo.
Recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site:
https://www.info-coronavirus.be/en/travels/
https://www.government.nl/topics/coronavirus-covid-19/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:
• Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:

– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
OU
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

• Certificado Digital COVID da UE – Testagem:

– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
OU
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo.

• Certificado Digital COVID da UE – Recuperação
– com validade máxima de 6 meses após a infeção

• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em:
https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 18/03/2022

[Início]

Cabo Norte | Pinto Lopes Viagens

CABO NORTE – LAPÓNIA, TROMSO E ILHAS LOFOTEN

Para entrar na Finlândia: apenas necessário Cartão de Cidadão ou passaporte válido.

Regras no destino:
– recomendado o uso de máscaras em todos os locais públicos interiores (com exceção das crianças até 12 anos)
– cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://valtioneuvosto.fi/en/entry-restrictions

Para entrar na Noruega: apenas necessário Cartão de Cidadão ou passaporte válido.

Regras no destino:
– recomendado o uso de máscaras em todos os locais públicos interiores (com exceção das crianças até 12 anos)
– cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.fhi.no/en/id/infectious-diseases/coronavirus/

Para transitar na Alemanha: as Autoridades Alemãs exigem a todos os passageiros, maiores de 6 anos, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:
– Certificado de Vacinação completa (Certificado Digital UE Covid-19); OU
– Certificado de Recuperação (prova de teste PCR com pelo menos 28 dias e no máximo 6 meses) (Certificado Digital UE Covid-19);

– Os passageiros que não se incluem na descrição anterior, devem apresentar resultado do teste Covid-19 negativo, efetuado no máximo 72 horas antes (PCR, RT-LAMP ou TMA) ou 48 horas antes (Antigeno). Autotestes não são válidos.

As autoridades alemãs não permitem que os passageiros usem máscaras de tecido/máscaras comunitárias.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://www.auswaertiges-amt.de/en/coronavirus/2317268
https://www.zusammengegencorona.de/en/current-information-for-travellers/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina;
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em:
https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 07/03/2022

[Início]

Canadá de Costa a Costa | Pinto Lopes Viagens

CANADÁ

Para entrar no Canadá: as Autoridades locais exigem a todos os passageiros com 5 anos ou mais, provenientes de Portugal, o cumprimento dos seguintes requisitos:
– Apresentar um certificado de vacinação completa (2 doses ou 1 dose da vacina Janssen – Johnson&Johnson) emitido em Inglês em suporte de papel ou digital (Certificado Digital COVID da EU);
– Preenchimento do formulário ArriveCan, nas 72h anteriores à viagem, disponível em https://arrivecan.cbsa-asfc.cloud-nuage.canada.ca/en/welcome

Regras no destino:
– manter distanciamento social e evitar grandes aglomerados.
– uso de máscara obrigatário nos transportes públicos em algumas províncias e aconselhado nos espaços interiores.

Para mais informações consulte os sites:
https://travel.gc.ca/travel-covid
https://www.canada.ca/en/public-health/services/diseases/coronavirus-disease-covid-19/arrivecan/help.html#a2

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço);
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 3/05/2022

[Início]

Chile,-Torres-del-paine

CHILE

Para entrar no Chile é obrigatório apresentar:

• Esquema de vacinação com pelo menos 2 doses que deve ser homologado antes da entrada no Chile em https://mevacuno.gob.cl/ . Não se aplica a menores de 6 anos.
• Teste PCR negativo realizado até 72h antes do embarque OU certificado de recuperação (a partir dos 2 anos).
• Completar o formulário digital chamado Declaración Jurada para viajeros, disponível em https://c19.cl/#/ , nas 48h antes da entrada no país.
Os menores de idade também devem ter o formulário preenchido.
A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

À chegada ao Chile os passageiros são aleatoriamente testados (gratuitamente), podendo aguardar o resultado do teste no hotel.
• Passaporte com validade mínima de 6 meses após a data de regresso

Regras no destino:
– Uso obrigatório de máscara em todos os espaços interiores e exteriores;
– As atividades turísticas, atrações culturais, bibliotecas, cinemas e teatros, casinos e outros estão abertos, embora com capacidade reduzida.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites:
https://www.chile.travel/pt-br/planoviagemparaochile/
https://chile.gob.cl/chile/ingreso-a-chile-desde-el-exterior

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em: https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 09/03/2022

[Início]

Viagem ao Chipre | Roteiros de Viagem no Chipre

CHIPRE

Para entrar no Chipre: as Autoridades Cipriotas exigem a todos os passageiros, maiores de 12 anos, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a segunda dose de uma vacina de duas doses ou uma dose de uma vacina de dose única contra a COVID-19;
OU
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo;
OU
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo.
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação
– Com validade entre 11 e 180 dias, após a infeção.

Este deverá ser apresentado na língua de emissão e em inglês, e deve ser apresentado em formato digital ou em papel.

À chegada ao aeroporto do Chipre, todos os passageiros não vacinados, terão de efetuar novo teste PCR. O teste terá um custo extra aproximado de 18€ por pessoa, a pagar localmente.

Adicionalmente, é exigido a todos os passageiros a apresentação de teste antigénio Covid-19, com resultado negativo para atravessar as fronteiras terrestres para as áreas ocupadas pelos turcos (5º e 6º dias). Este teste terá um custo extra de 7€ por pessoa que será acrescentado ao valor final da viagem. A marcação será gerida pela Pinto Lopes Viagens.

Formulário: as Autoridades do Chipre exigem o preenchimento de um formulário online no prazo de 48 horas antes do último voo de partida para o país. A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Regras no destino:
– Uso de máscara em todos os locais públicos interiores e exteriores;
– Distanciamento social;
– Os restaurantes e bares estão abertos, com limites de capacidade;
– Restrições de circulação entre as 00h00 e as 05h00.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: http://www.tourism.gov.cy/tourism/tourism.nsf/All/DA21AB4D692D3DADC2258704003E88BA?OpenDocument

Para transitar na Alemanha: as Autoridades Alemãs exigem a todos os passageiros, maiores de 6 anos, a apresentação de um dos seguintes requerimentos:
– Certificado de vacinação completa há mais de 14 dias e menos de 270 dias emitido na língua de emissão, em inglês, e em formato digital ou em papel;
– Certificado de imunidade (teste positivo PCR/LAMP/TMA) emitido na língua de emissão, em inglês, e em formato digital ou em papel e que tenha sido realizado, entre 28 e 90 dias antes da entrada no país.
– Resultado de teste PCR/LAMP/TMA negativo realizado, no máximo, 48 horas antes da partida no primeiro aeroporto de embarque;
As autoridades alemãs permitem apenas que os passageiros usem máscaras cirúrgicas, FFP2 (sem válvula), N95 ou KN95 (sem wave). Máscaras de tecido não são permitidas.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.auswaertiges-amt.de/en/coronavirus/2317268 // https://www.bundesgesundheitsministerium.de/en/coronavirus-infos-reisende/faq-tests-entering-germany.html // https://lufthansa.travel-regulations.com/route-info?origin=OPO&destination=FRA&search-enabled=true

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar um dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação
com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em: https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão:16/03/2022

[Início]

O-melhor-da-Croácia

CROÁCIA, ESLOVÉNIA, BÓSNIA HERZEGOVINA E MONTENEGRO

Para entrar na Croácia: As Autoridades Croatas permitem a entrada a todos os passageiros provenientes diretamente de países da União Europeia e espaço Schengen, sem necessidade de apresentar Certificado Digital COVID da EU de vacinação, recuperação ou teste.

Deixou de ser exigido o preenchimento do formulário de inscrição eletrónico.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://croatia.hr/en-GB/coronavirus-2019-ncov-q-and-a // https://www.koronavirus.hr/najnovije/ogranicavanje-okupljanja-i-druge-nuzne-epidemioloske-mjere-i-preporuke/870

Para entrar na Eslovénia: As Autoridades Eslovenas permitem a entrada a todos os viajantes provenientes da Croácia sem necessidade de apresentar Certificado Digital COVID da EU de vacinação, recuperação ou teste.

Deixou de ser exigido o preenchimento do formulário de inscrição eletrónico.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.gov.si/en/topics/coronavirus-disease-covid-19/measures-to-contain-the-spread-of-covid-19-infections/

Para entrar na Bósnia Herzegovina: As Autoridades Bósnias permitem a entrada a todos os viajantes sem necessidade de apresentar Certificado Digital COVID da EU de vacinação, recuperação ou teste.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site http://www.granpol.gov.ba/Content/Read/76?title=Stranci

Para entrar em Montenegro: Ao momento não existem restrições à entrada de passageiros em Montenegro.

Regras no destino:
– É obrigatório o uso de máscaras faciais, a partir dos 5 anos de idade, em todos os espaços públicos fechados, incluindo transportes públicos e, manter uma distância de segurança de, pelo menos, 2 metros.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.covidodgovor.me/me/opste-mjere //
https://www.gov.me/en/documents/31010f7e-6a7d-4b9b-9e15-842a3e312cfb

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de vacinação (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço).
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação.
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Deixou ser exigido o preenchimento do Passenger Locator Card.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 15/06/2022

[Início]

Costa Rica "Arenal" Volcano

COSTA RICA E PANAMÁ

Para entrar na Costa Rica é obrigatório apresentar:

• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de vacinação (exceto para menores de 18 anos);
• Completar o formulário digital chamado PASSE DE SAÚDE, disponível em https://salud.go.cr, nas 72h antes da entrada no país. Ao preencher devem fazer upload do certificado de vacinação;
• Os menores de idade também devem ter o formulário preenchido;
A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Para entrar no Panamá é obrigatório apresentar:

• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de vacinação
A partir de 17 de fevereiro de 2022, o esquema completo de vacinação será reconhecido quando o viajante tiver recebido pelo menos 2 doses.
Viajantes não vacinados ou parcialmente vacinados devem apresentar um PCR negativo para COVID-19 ou teste de antígeno efetuado no máximo 72 horas antes da chegada ao Panamá.
• Todos os viajantes devem apresentar à companhia aérea uma Declaração Juramentada completa de saúde (em forma física ou digital), disponível em www.panamadigital.gob.pa/RegistroPacoViajero .
• Os menores de idade também devem ter o formulário preenchido.

Passaporte com validade mínima de 3 meses após a data de regresso

Regras no destino:
– Uso obrigatório de máscara para todas as pessoas com mais de 6 anos, em todos os espaços públicos interiores e exteriores.
– As atividades turísticas, atrações culturais, bibliotecas, cinemas e teatros, casinos e outros estão abertos, embora com capacidade reduzida e horários limitados.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites:
https://www.visitcostarica.com/pt/costa-rica/planning-your-trip/entry-requirements
https://pt.tourismpanama.com/planeje-suas-ferias/conselhos/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em: https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 18/03/2022

[Início]

Gronelandia

CRUZEIRO ISLÂNDIA E GRONELÂNDIA

Para entrar na Alemanha é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade mínima de 14 dias e máxima de 9 meses após a última toma da vacina (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço);
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR ou Antigénio realizado até 48h antes do embarque)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 3 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Regras no destino:
– Manter distanciamento social e evitar grandes aglomerados.
– Uso obrigatório de máscara para todas as pessoas com mais de 12 anos, nos transportes públicos e estabelecimentos de saúde.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites:
https://www.auswaertiges-amt.de/en/coronavirus/2317268
https://www.integrationsbeauftragte.de/ib-de/staatsministerin/corona/what-do-you-currently-need-to-know-about-corona-englisch–1876282
https://lufthansa.travel-regulations.com/route-info?origin=OPO&destination=FRA&search-enabled=true

Para embarcar no Cruzeiro é obrigatório apresentar os seguintes documentos:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação com pelo menos 2 doses, com validade mínima de 14 dias e máxima de 9 meses após a última toma da vacina OU Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção (Não se aplica a menores de 12 anos)
• Certificado de um teste RT-PCR ou Antigénio negativo feito nas 48 horas antes do embarque (para todos os passageiros a partir dos 2 anos)

Para entrar na Islândia: apenas necessário Cartão de Cidadão ou passaporte válido.

Para entrar na Gronelândia: obrigatório apresentar Certificado de Vacinação completa com pelo menos 2 doses ou 1 dose da Janssen (Johnson & Johnson).
• Não se aplica a menores de 12 anos

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço);
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 03/05/2022

[Início]

Corsega-e-sardenha

CRUZEIRO CÓRSEGA E ESPANHA

Para entrar em Espanha e França: As Autoridades locais permitem a entrada a todos os viajantes provenientes do espaço Schengen que apresentem um dos seguintes documentos:
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de vacinação (não são aceites certificados cuja última dose de vacinação primária tenha sido tomada há mais de 270 dias.)
Criança entre os 12 e 18 anos consideram-se como vacinadas, mesmo que tenham passado 270 dias desde a última dose sem ter recebido a dose de reforço.
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (Teste negativo PCR nas 72h antes do embarque ou Antigénio, realizado nas 24h antes do embarque)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade mínima de 11 dias e máxima de 180 dias.
Estas regras não se aplicam às crianças que não tenham completado 12 anos de idade

Formulário Espanha: Apenas solicitado a quem não tenha um Certificado Digital COVID da EU. As Autoridades espanholas solicitam o preenchimento de um formulário de controlo sanitário disponível em https://www.spth.gob.es/ , antes da chegada ao país.

Regras no destino – Espanha e França:
– Uso obrigatório de máscara para todas as pessoas com mais de 6 anos, quando viajar de avião, comboio ou autocarro, assim como em todos os transportes públicos.
– Uso obrigatório de máscara para todas as pessoas com mais de 6 anos, nos centros, serviços e estabelecimentos sanitários como centros de saúde, hospitais e farmácias.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites: https://travelsafe.spain.info/pt-pt/
https://www.diplomatie.gouv.fr/en/coming-to-france/coming-to-france-your-covid-19-questions-answered/
https://www.interieur.gouv.fr/covid-19-international-travel

Para embarcar no Cruzeiro é obrigatório apresentar os seguintes documentos:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação com pelo menos 2 doses, com validade mínima de 14 dias e máxima de 9 meses após a última toma da vacina. Os hóspedes que receberam uma dose de reforço, são aceites independentemente do tempo decorrido desde que lhes foi administrada a sua dose de reforço (Opcional para menores de 12 anos)
Certificado de um teste RT-PCR ou Antigénio negativo feito nas 48 horas antes do embarque (para todos os passageiros a partir dos 2 anos)
• Crianças não vacinadas entre os 2 e 11 anos, devem apresentar um teste PCR ou antigénio com resultado negativo realizado 1 dia antes do embarque

Regras no navio: As máscaras são opcionais para passageiros vacinados, e recomendadas para crianças não vacinadas.

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço);
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 18/05/2022

[Início]

Egito | Pinto Lopes Viagens

EGITO – PELO REINO DOS FARAÓS

Para entrar no Egito: As Autoridades Egípcias exigem a todos os passageiros, maiores de 6 anos, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:
– Certificado de Vacinação completa (Certificado Digital UE Covid-19). Não são aceites certificados com 1 dose das vacinas com esquema vacinal de 2 doses;
ou
– apresentação no aeroporto de um documento original (não são aceites cópias), em suporte de papel e emitido em inglês por um laboratório, que ateste resultado negativo à realização de teste de despiste PCR ao SARS-CoV-2, nas 72 horas que antecedem a viagem

Formulário: As Autoridades Egípcias exigem o preenchimento de um formulário que será entregue no aeroporto de partida.

Regras no destino:
– Uso obrigatório de máscara em locais públicos
– Encerramento do comércio pelas 21h00 e restauração pelas 22h00
– Proibição de ajuntamentos e concertos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.egyptonlinevisa.com/travel-restrictions/

Para transitar na Alemanha: as Autoridades Alemãs exigem a todos os passageiros, maiores de 6 anos, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:
– Certificado de Vacinação completa (Certificado Digital UE Covid-19); OU
– Certificado de Recuperação (Certificado Digital UE Covid-19);

– Os passageiros que não se incluem na descrição anterior, devem apresentar resultado do teste Covid-19 negativo, efetuado no máximo 72 horas antes (PCR, RT-LAMP ou TMA) ou 48 horas antes (Antigénio). Autotestes não são válidos.

As autoridades alemãs não permitem que os passageiros usem máscaras de tecido/máscaras comunitárias.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://www.auswaertiges-amt.de/en/coronavirus/2317268 // https://www.bundesgesundheitsministerium.de/en/coronavirus-infos-reisende/faq-tests-entering-germany.html // https://lufthansa.travel-regulations.com/route-info?origin=OPO&destination=FRA&search-enabled=true

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em: https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 07/02/2022

[Início]

Espanha

ESPANHA (CIRCUITOS EM AUTOCARRO)

Para entrar em Espanha: as Autoridades Espanholas não impõem qualquer restrição aos passageiros provenientes de Portugal, por via terrestre.

Para regressar a Portugal, por via terrestre, as Autoridades Portuguesas não impõem qualquer restrição aos passageiros provenientes de Espanha.

Regras no destino:
– Uso obrigatório de máscara para todas as pessoas com mais de 6 anos, em todos os espaços públicos interiores;
– Manter distanciamento social e evitar grandes aglomerados;
– Os transportes públicos estão a operar;
– As lojas de bens e serviços estão abertas, com limites de capacidade;
– Os hotéis e alojamentos estão abertos, com limites de capacidade;
– Os restaurantes e cafés estão abertos, com limites de capacidade;
– As instituições culturais, como museus, monumentos e atrações estão abertas, com limites de capacidade e sob orientações próprias de cada região autónoma.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://travelsafe.spain.info/pt-pt/

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 11-03-2022

[Início]

Madrid-e-Toledo_3_Pinto-Lopes-Viagens

ESPANHA (CIRCUITOS EM AVIÃO)

Para entrar em Espanha: As Autoridades espanholas permitem a entrada a todos os viajantes provenientes do espaço Schengen que apresentem um dos seguintes documentos:
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de vacinação (não são aceites certificados cuja última dose de vacinação tenha sido tomada há mais de 270 dias.)
• Teste negativo RT-PCR (ou teste NAAT similar) – até 72h antes do embarque
• Teste negativo Rápido Antigénio laboratorial – até 24h antes do embarque
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação
Estas regras não se aplicam às crianças que não tenham completado 12 anos de idade

Formulário: As Autoridades espanholas solicitam o preenchimento de um formulário de controlo sanitário disponível em https://www.spth.gob.es/ , antes da chegada ao país. A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes do seu circuito.

Regras no destino:
– Uso obrigatório de máscara para todas as pessoas com mais de 6 anos, em todos os espaços públicos interiores;
– Os transportes públicos estão a operar;
– As lojas de bens e serviços estão abertas, com limites de capacidade;
– Os hotéis e alojamentos estão abertos, com limites de capacidade;
– Os restaurantes e cafés estão abertos até às 00h00, com limites de capacidade;
– As instituições culturais, como museus, monumentos e atrações estão abertas, com limites de capacidade e sob orientações próprias de cada região autónoma.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://travelsafe.spain.info/pt-pt/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina;
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em:
https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 08/02/2022

[Início]

new york city skyline cityscape with statue of liberty over hudson river. with midtown Manhattan skyscrapers and freight sailing ship in usa america.

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

Para entrar nos EUA: as Autoridades locais exigem a todos os passageiros com 2 anos ou mais, provenientes de Portugal, o cumprimento dos seguintes requisitos:
– Apresentar um certificado de vacinação completa (2 doses ou 1 dose da vacina Janssen – Johnson&Johnson) emitido em Inglês em suporte de papel ou digital (Certificado Digital COVID da EU) OU certificado de recuperação, com validade máxima de 90 dias após a infeção;
– Apresentar comprovativo de teste à SARS-CoV-2 (PCR ou Antigénio), com resultado negativo, realizado nas 24 horas antes do embarque.

As crianças dos 2 aos 17 anos que não estejam vacinadas podem entrar nos EUA desde que viajem com adultos vacinados e apresentem comprovativo de teste à SARS-CoV-2 (PCR ou Antigénio), com resultado negativo, realizado nas 24 horas antes do embarque.

Regras no destino:
– Manter distanciamento social e evitar grandes aglomerados.
– Uso de máscara obrigatário nos transportes públicos e aconselhado nos espaços interiores.

Para mais informações consulte o site https://pt.usembassy.gov/covid-19-information/ e https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/travelers/international-travel/index.html

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço);
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em:
https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 13/04/2022

[Início]

Expo-Dubai-2

DUBAI

Para entrar no Dubai: Ao momento, as Autoridades do Emirado do Dubai exigem a todos os cidadãos portugueses, maiores de 12 anos, a elaboração de um teste PCR nas 72h que antecedem a viagem, com emissão do respetivo relatório em suporte de papel obrigatoriamente, emitido em inglês pelo laboratório. A marcação e o custo deste teste serão da responsabilidade de cada passageiro. Não são aceites outros certificados de teste, incluindo testes de anticorpos e kits de autoteste.

Informamos que será negada a entrada nos Emirados Árabes Unidos a passageiros que tenham permanecido ou feito trânsito em países como Angola, República Democrática do Congo, Etiópia, Gana, Guiné, Quénia, Nigéria, Tanzânia, Ruanda, África do Sul, Botsuana, Essuatíni, Lesoto, Moçambique, Namíbia e Zimbabué, nos 14 dias anteriores à entrada no país.

Para entrar na Expo Dubai: é obrigatório apresentar Certificado Digital COVID da UE de vacinação (completa há pelo menos 14 dias) ou comprovativo de teste RT-PCR à COVID-19, com resultado negativo.

Regras no destino:
– No Dubai é obrigatório o uso de máscaras faciais, bem como, manter uma distância social mínima de 2 metros;
– As instituições culturais como museus, monumentos e atrações estão abertas, mas, sujeitas a um máximo de 70% da sua capacidade;
– Os hotéis e alojamentos estão abertos, sem limites de capacidade;
– Os restaurantes estão abertos, com um limite de 10 pessoas por mesa;
– Os cafés e bares estão abertos apenas com staff e clientes vacinados.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site : https://www.emirates.com/pt/portuguese/help/covid-19/dubai-travel-requirements/tourists/ // https://www.dubaitourism.gov.ae/en/legislative-news/updated-precautionary-measures-for-events-and-activities-from-17-may-2021

Para as visitas a Abu Dhabi: é obrigatório apresentar Certificado Digital COVID da UE de vacinação (completa há pelo menos 14 dias) e um teste RT-PCR, com resultado negativo.

Regras no destino:
– Em Abu Dhabi é obrigatório o uso de máscaras faciais em todos os espaços interiores públicos, transportes públicos e centros comerciais e, em espaços exteriores públicos, com elevada concentração de pessoas e, em transporte privado.
– É obrigatório manter uma distância de 2 metros.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.emirates.com/pt/portuguese/help/covid-19/dubai-travel-requirements/tourists/ // https://visitabudhabi.ae/en/plan-your-trip/covid-safe-travel

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:

  • Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:

– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
 ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

  • Certificado Digital COVID da UETestagem:

Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)

  • Certificado Digital COVID da UE – Recuperação

com validade máxima de 6 meses após a infeção

  • Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
  • Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em:
https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 07/02/2022

[Início]

Fiordes da Noruega

FIORDES DA NORUEGA

Para entrar na Noruega: Apenas necessário cartão de cidadão ou passaporte válido.

Regras no destino:
– recomendado o uso de máscaras em todos os locais públicos interiores (com exceção das crianças até 12 anos)
– cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites https://www.fhi.no/en/id/infectious-diseases/coronavirus/
https://www.regjeringen.no/en/topics/koronavirus-covid-19/travel-to-norway/id2791503/

Para transitar na Alemanha: as Autoridades Alemãs exigem a todos os passageiros, maiores de 6 anos, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:
– Certificado de Vacinação completa (Certificado Digital UE Covid-19); OU
– Certificado de Recuperação (prova de teste PCR com pelo menos 28 dias e no máximo 6 meses) (Certificado Digital UE Covid-19);

– Os passageiros que não se incluem na descrição anterior, devem apresentar resultado do teste Covid-19 negativo, efetuado no máximo 72 horas antes (PCR, RT-LAMP ou TMA) ou 48 horas antes (Antigeno). Autotestes não são válidos.

As autoridades alemãs não permitem que os passageiros usem máscaras de tecido/máscaras comunitárias.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://www.auswaertiges-amt.de/en/coronavirus/2317268
https://www.zusammengegencorona.de/en/current-information-for-travellers/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço);
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em: https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 07/03/2022

[Início]

Paris-de-Picasso

FRANÇA

Para entrar em França: as Autoridades Francesas exigem a todos os passageiros, maiores de 12 anos, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:

Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
OU
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo;
OU
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo.

Certificado Digital COVID da UE – Recuperação
– Com validade entre 11 e 180 dias, após a infeção.

Formulário: as Autoridades Francesas exigem o preenchimento digital de um formulário/ declaração de que o passageiro não tem sintomas de Covid-19, que não teve em contato nos 14 dias que antecedem à viagem com um caso positivo para Covid19 e que, no caso de passageiros maiores de 10 anos, aceitam à chegada a território francês efetuar um teste virológico PCR ao SARS-Cov-2, se assim for solicitado.

O formulário só é válido em formato digital, através da página:
https://www.interieur.gouv.fr/content/download/128217/1023440/file/09-06-2021-engagement-sur-l-honneur-vert.pdf.

Regras no destino:
• Uso obrigatório de máscara a todas as pessoas (exceto menores de 6 anos), nos transportes públicos e estabelecimentos de saúde;
• Obrigatoriedade de apresentar certificado de vacinação para aceder a estabelecimentos de saúde.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site:
1. https://www.diplomatie.gouv.fr/en/coming-to-france/coming-to-france-your-covid-19-questions-answered/
2. https://www.diplomatie.gouv.fr/en/coming-to-france/coronavirus-advice-for-foreign-nationals-in-france/
3. https://www.interieur.gouv.fr/covid-19-international-travel

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
OU
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
OU
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo.
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação
com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 21/04/2022

 

[Início]

Georgia-e-Armenia-2

GEÓRGIA E ARMÉNIA

Para entrar na Geórgia: As Autoridades da Geórgia exigem a todos os passageiros, com idade igual ou superior a 10 anos, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);
OU
– Comprovativo de realização de teste RT-PCR de despiste à COVID-19 (em inglês, russo ou georgiano), com resultado negativo, efetuado até 72 horas antes da chegada;

Regras no destino:
– Uso obrigatório de máscaras em espaços fechados e transportes públicos
– Cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://georgia.travel/en_US/article/covid-travel-alert
https://mfa.gov.ge/MainNav/CoVID-19-sakitkhebi/sazgvris-kvetis-regulaciebi.aspx

Para entrar na Arménia: As Autoridades da Arménia exigem a todos os passageiros o cumprimento de um dos seguintes requisitos:
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);
OU
– Comprovativo de realização de teste RT-PCR de despiste à COVID-19 (em inglês, russo ou arménio), com resultado negativo, efetuado até 72 horas antes da chegada;

Regras no destino:
– obrigatório o uso de máscaras em espaços e transportes públicos
– Cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://www.gov.am/en/covid-travel-restrictions/

Escala na Turquia: Passageiros em trânsito não são obrigados a submeter um teste PCR na Turquia; terão que cumprir as normas sanitárias e de acesso ao país de destino.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.turkishairlines.com/pt-int/announcements/coronavirus-outbreak/what-you-should-know-during-the-pandemic/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:

Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)

Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 05/05/2022

[Início]

Pacotes de Viagem de Cruzeiro | Pinto Lopes Viagens

GRÉCIA COM CRUZEIRO NAS ILHAS GREGAS

Para entrar na Grécia é obrigatório apresentar:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a segunda toma da vacina;
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 3 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 5 anos

À entrada no país, os passageiros podem ser submetidos a um rastreio de saúde. A seleção é aleatória e levada a cabo pelas autoridades locais.

Regras no destino:
– Uso obrigatório de máscara para todas as pessoas com mais de 5 anos, em todos os espaços públicos interiores;
– Apresentação do Certificado de Vacinação ou recuperação para entrar em hotéis, restaurantes e museus.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://travel.gov.gr/#/ // https://greecehealthfirst.gr/#quest2

Para transitar em Espanha: as Autoridades de Espanha exigem a apresentação do Certificado UE Digital COVID e o preenchimento do Health Control Form (FCS), antes da entrada no país, disponível em https://www.spth.gob.es/

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://travelsafe.spain.info/en/requirements-before-arriving-in-spain-from-eu-countries/

Para embarcar no navio é obrigatório apresentar:
• Prova de vacinação completa, para todos os passageiros com 12 anos ou mais, com validade máxima de 7 meses após a última toma ou 3 meses no caso da vacina Johnson & Johnson.
OU
• Certificado de recuperação com validade máxima de 90 dias após data do contágio
As crianças entre o 6 e 11 anos também devem apresentar certificado de vacinação, recuperação ou, em alternativa, teste negativo à covid-19 realizado nas 48h antes do embarque.
• No porto todos os passageiros serão novamente testados. Este teste é gratuito e obrigatório.

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina;
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em:
https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 17/03/2022

[Início]

Grecia-com-Meteora-2

GRÉCIA COM METEORA

Para entrar na Grécia é obrigatório apresentar:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a segunda toma da vacina;
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 3 meses após a infeção.
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 5 anos

À entrada no país, os passageiros podem ser submetidos a um rastreio de saúde. A seleção é aleatória e levada a cabo pelas autoridades locais.

Regras no destino:
– Uso obrigatório de máscara para todas as pessoas com mais de 5 anos, em todos os espaços públicos interiores.
– Apresentação do Certificado de Vacinação ou recuperação para entrar em hotéis, restaurantes e museus.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://travel.gov.gr/#/ // https://greecehealthfirst.gr/#quest2

Partidas de abril:

Para transitar na Alemanha: as Autoridades Alemãs exigem a todos os passageiros, maiores de 6 anos, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:
– Certificado de Vacinação completa (Certificado Digital UE Covid-19); OU
– Certificado de Recuperação (prova de teste PCR com pelo menos 28 dias e no máximo 6 meses) (Certificado Digital UE Covid-19);

– Os passageiros que não se incluem na descrição anterior, devem apresentar resultado do teste Covid-19 negativo, efetuado no máximo 72 horas antes (PCR, RT-LAMP ou TMA) ou 48 horas antes (Antigeno). Autotestes não são válidos.

As autoridades alemãs não permitem que os passageiros usem máscaras de tecido/máscaras comunitárias.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites:
https://www.auswaertiges-amt.de/en/coronavirus/2317268
https://www.zusammengegencorona.de/en/current-information-for-travellers/

Restantes partidas:

Para transitar em Espanha: as Autoridades de Espanha exigem a apresentação do Certificado UE Digital COVID e o preenchimento do Health Control Form (FCS), antes da entrada no país, disponível em https://www.spth.gob.es/

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://travelsafe.spain.info/en/requirements-before-arriving-in-spain-from-eu-countries/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina;
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em: https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 17/03/2022

[Início]

Índia – Triângulo Dourado e Goa | Pinto Lopes Viagens

ÍNDIA

Para entrar na Índia: As autoridades da Índia permitem a entrada a turistas portugueses que apresentem:
– Comprovativo de realização de teste RT-PCR de despiste à COVID-19 (em inglês), com resultado negativo, efetuado até 72 horas antes da viagem;
OU
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);

Formulários:
– Declaração online no site Air Suvidha (https://www.newdelhiairport.in/airsuvidha/apho-registration);
– Efetuar download da aplicação Aarogya Setu
– Visto de turismo válido (obtido através do site https://indianvisaonline.gov.in/evisa/tvoa.html)

Regras no destino:
– Medição da temperatura e teste à Covid, aleatório, à chegada ao aeroporto;
– Obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos;
– Cumprimento de distância de segurança;
– Instituições culturais como museus, monumentos e atrações estão abertos, com limitações de capacidade.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.mohfw.gov.in/

Escala na Alemanha: as Autoridades Alemãs exigem a todos os passageiros, maiores de 6 anos, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:
– Certificado de Vacinação completa (Certificado Digital UE Covid-19);
OU
– Certificado de Recuperação (prova de teste PCR com pelo menos 28 dias e no máximo 6 meses) (Certificado Digital UE Covid-19);
Os passageiros que não se incluem na descrição anterior, devem apresentar resultado do teste Covid-19 negativo, efetuado no máximo 72 horas antes (PCR, RT-LAMP ou TMA) ou 48 horas antes (Antigénio). Autotestes não são válidos.

As autoridades alemãs não permitem que os passageiros usem máscaras de tecido/máscaras comunitárias.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites:
https://www.auswaertiges-amt.de/en/coronavirus/2317268
https://lufthansa.travel-regulations.com

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:

Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)

Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em: https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 04-03-2022

[Início]

Irão, Antiga Pérsia | Pinto Lopes Viagens

IRÃO

Para entrar no Irão: as Autoridades locais exigem a todos os passageiros com 12 anos ou mais, provenientes de Portugal, o cumprimento dos seguintes requisitos:
– Apresentar um certificado de vacinação completa (2 doses ou 1 dose da vacina Janssen – Johnson&Johnson) emitido em Inglês em suporte de papel ou digital (Certificado Digital COVID da EU);
– Apresentar comprovativo de teste PCR à SARS-CoV-2, com resultado negativo, realizado nas 72 horas antes do embarque.

Regras no destino:
– Manter distanciamento social e evitar grandes aglomerados.
– Uso de máscara obrigatário nos transportes públicos e museus; aconselhado nos restantes espaços interiores.

Para mais informações consulte o site https://www.visitiran.ir/en/coronavirus

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço);
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos.

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em: https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 14/04/2022

[Início]

Irlanda,-a-ilha-esmeralda

IRLANDA

Para entrar na Irlanda: As Autoridades da Irlanda permitem a entrada a todos os passageiros sem necessidade de apresentar Certificado Digital COVID da EU de vacinação, recuperação ou teste.

Regras no destino:
– uso de máscara é recomendado em espaços e transportes públicos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.gov.ie/en/publication/77952-government-advice-on-international-travel
https://www.citizensinformation.ie/en/covid19/living_with_covid19_plan.html

Para regressar a Portugal Continental é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção: Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Para mais informações, consulte o site https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal;

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 12/05/2022

[Início]

Islandia

ISLÂNDIA

Para entrar na Islândia: apenas necessário Cartão de Cidadão ou passaporte válido.

Regras no destino:
• Não há obrigatoriedade de uso de máscaras nem restrições de lotação;
• Deve manter as regras de etiqueta respiratória

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites:
www.covid.is/sub-categories/effective-restrictions
https://visiticeland.com/article/iceland-and-covid19-coronavirus

Escala em trânsito na Alemanha é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço);
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Uso obrigatório de máscara, no aeroporto e durante o voo

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço);
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 03/05/2022

[Início]

Roma-2

ITÁLIA

Para entrar em Itália: A partir de 1 de junho, as restrições de viagem à COVID-19 foram levantadas em Itália. Já não é necessário apresentar provas de vacinação, recuperação da COVID-19 ou resultados negativos dos testes.

Regras no destino:
• O uso de máscara facial FFP2 é obrigatório em transportes públicos, aviões, navios, comboios e autocarros, bem como em cinemas, teatros, salas de concerto, estádios e locais de música;
• Máscaras faciais também serão necessárias em estruturas de saúde, hospitais e lares de idosos.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites:
http://www.italia.it/en/useful-info/covid-19-updates-information-for-tourists.html
https://infocovid.viaggiaresicuri.it/returningtoitaly.html
https://www.salute.gov.it/portale/nuovocoronavirus/dettaglioContenutiNuovoCoronavirus.jsp?lingua=english&id=5367&area=nuovoCoronavirus&menu=vuoto
https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
Certificado Digital COVID da UE na modalidade de vacinação (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço).
Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação.
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Certificados aceites, emitidos por países terceiros em condições de reciprocidade: Albânia, Andorra, Arménia, Benin, Cabo Verde, Colômbia, El Salvador, Ilhas Faroe, Geórgia, Indonesia, Israel, Islândia, Jordânia, Líbano, Liechtenstein, Malásia, Moldávia, Mónaco, Montenegro, Marrocos, Nova Zelândia, Macedónia do Norte, Noruega, Panamá, San Marino, Sérvia, Seicheles, Singapura, Suíça, Taiwan, Tailândia, Tunísia, Togo, Turquia, Ucrânia, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido e dependências da Coroa (Jersey, Guernsey e Ilha de Man), Uruguai, Vaticano, Vietnam (https://ec.europa.eu/info/live-work-travel-eu/coronavirus-response/safe-covid-19-vaccines-europeans/eu-digital-covid-certificate_en).

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 07/06/2022

[Início]

Israel-e-jordania-4

JORDÂNIA

Ao momento, para entrada na Jordânia, todos os participantes da viagem deverão fazer-se acompanhar do Certificado Digital Covid que comprove vacinação completa. Este deverá ser apresentado na língua de emissão e em inglês, e deve ser apresentado em formato digital ou em papel.

Entenda-se por vacinação completa qualquer uma das situações indicadas abaixo:
– Dose de reforço de uma vacina de duas doses;
– Segunda dose de uma vacina de dose única;
– Duas doses de uma vacina de duas doses;
– Uma dose de uma vacina de dose única;

As Autoridades jordanas exigem a todos os passageiros a apresentação de uma prova de seguro de saúde. A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Formulário: as Autoridades da Jordânia exigem o preenchimento do formulário online e apresentação do QR code gerado, antes do embarque e à chegada à Jordânia. A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Regras no destino:
• é obrigatório o uso de máscara tanto nos espaços fechados como nos espaços abertos, incluindo no autocarro do circuito.
• é aconselhado a higienização frequente das mãos e superfícies.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://international.visitjordan.com/page/31/Covid-19Update
// https://www.gateway2jordan.gov.jo/index.html

Para transitar em Istambul e regressar a Portugal, é obrigatório apresentar um dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
OU
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo;
OU
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo.
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação
com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://www.istairport.com/en/announcements/coronavirus-covid-19-travel-information

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em:
https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 24/03/2022

[Início]

Laponia-1

LAPÓNIA

Para entrar na Finlândia: Os passageiros provenientes da União Europeia e espaço Schengen apenas precisam apresentar Cartão de cidadão ou passaporte válido. Não é exigido apresentação de qualquer documento relacionado com COVID-19.

Regras no destino:
– Manter distanciamento social e evitar grandes aglomerados;
– Uso de máscara obrigatário nos espaços fechados, para maiores de 12 anos;
– Os restaurantes estão abertos até às 21h00

Para mais informações consulte o site https://valtioneuvosto.fi/en/entry-restrictions

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina;
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes);
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção;
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes;
• Não se aplica a menores de 12 anos.

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em:
https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 07/02/2022

[Início]

Malasia-Singapura-4

MALÁSIA E SINGAPURA

Para entrar na Malásia: As autoridades da Malásia permitem a entrada a turistas portugueses que apresentem:
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);

Entenda-se por vacinação completa qualquer uma das situações indicadas abaixo:

  • Passageiros entre 18 e 59 anos:
    – Duas doses de uma vacina de duas doses ou dose de reforço de uma vacina de duas doses (Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Covaxin, Covishield, Novavax ou Sputnik V)
    – Uma dose de uma vacina de dose única ou segunda dose de uma vacina de dose única (28 dias após toma) (Johnson & Johnson, CanSino ou Sputnik Light);
  • Passageiros acima de 60 anos:
    – Dose de reforço de uma vacina de duas doses (Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Covaxin, Covishield, Novavax ou Sputnik V);
    – Segunda dose de uma vacina de dose única (28 dias após toma) (Johnson & Johnson, CanSino ou Sputnik Light);

Passageiros que tenham tomado as vacinas Sinovac ou Sinopharm tem que possuir a dose de reforço.

Formulários:
– Obrigatório efetuar o download da aplicação MySejahtera, registo e completar o formulário (DPDF – Digital Pre-departure Form) disponível no ícone “Traveller” (https://mysejahtera.malaysia.gov.my/intro_en/)

À chegada a Kuala Lumpur, todos os passageiros têm que apresentar:
– Código QR gerado na aplicação MySejahtera

Regras no destino:
– Medição da temperatura à chegada ao aeroporto
– Obrigatório o uso de máscaras em espaços e transportes públicos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites: https://www.moh.gov.my
https://mysafetravel.gov.my
https://www.malaysia.travel/travel-alert

Para entrar em Singapura:
As autoridades de Singapura permitem a entrada a turistas portugueses que apresentem:
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada)
Entenda-se por vacinação completa qualquer uma das situações indicadas abaixo:
– Uma dose de uma vacina de dose única (Johnson & Johnson)
– Duas doses de uma vacina de duas doses (AstraZeneca, Covaxin, Moderna, Covishield, Novavax, Pfizer, Sinovac ou Sinopharm)
– Dose de reforço de uma vacina de duas doses ou segunda dose de uma vacina de dose única

Formulários:
– Formulário de declaração de saúde “Singapore Arrival card” (https://www.singaporevisitcard.com)
– Passe eletrónico “E-Pass” (https://eservices.ica.gov.sg/sgarrivalcard/epassenquiry)

Regras no destino:
– Obrigatório o uso de máscaras em espaços e transportes públicos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites:
https://www.visitsingapore.com/travel-guide-tips/travel-requirements/
https://safetravel.ica.gov.sg/arriving/general-travel/fully-vaccinated
https://www.ica.gov.sg/public-education/roll-out-of-e-pass-to-all-checkpoints-and-launch-of-ica’s-e-pass-enquiry-portal

Escala na Turquia: Passageiros em trânsito não são obrigados a submeter um teste PCR na Turquia; terão que cumprir as normas sanitárias e de acesso ao país de destino.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.turkishairlines.com/pt-int/announcements/coronavirus-outbreak/what-you-should-know-during-the-pandemic/

Escala no Dubai: Passageiros em trânsito não são obrigados a submeter um teste PCR no Dubai; terão que cumprir as normas sanitárias e de acesso ao país de destino.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site:
https://u.ae/en/information-and-services/justice-safety-and-the-law/handling-the-covid-19-outbreak/travelling-amid-covid-19/travelling-to-the-uae

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:

Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)

Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 10/05/2022

[Início]

Marrocos-Kasbahs-4

MARROCOS

Para entrar em Marrocos: as Autoridades Marroquinas permitem a entrada no seu território a todos os cidadãos de países inseridos na Lista B (nomeadamente Portugal), mediante o cumprimento dos seguintes requisitos:
– apresentação de teste PCR com resultado negativo, realizado nas 72 horas que antecedem a viagem. O resultado deverá ser apresentado em formato de papel, em Francês, Inglês ou Árabe.
ou
– Certificado de Vacinação: válido com 3 doses ou de 2 doses desde que o intervalo entre as duas tomas não seja superior a 4 meses. No caso da vacina John & Johnson uma dose equivale a 2 doses das demais vacinas.

À chegada, todos os passageiros são submetidos a novo teste PCR no aeroporto, gratuito e com resultado disponibilizado em cerca de 30 minutos. Se o passageiro testar positivo terá de cumprir quarentena e assegurar as despesas provenientes da mesma.

Formulário: As Autoridades Marroquinas também exigem a todos os passageiros o preenchimento do formulário “Public Health Passenger Form” que está disponível em http://www.onda.ma/form.php .
A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Regras no destino:
– Medição da temperatura à chegada;
– Uso obrigatório de máscara em todos os locais públicos interiores e exteriores;
– Embora alguns monumentos e restaurantes já estejam em funcionamento, existem também alguns que ainda se encontram temporariamente encerrados.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site:
http://www.onda.ma/Je-suis-Passager/Guide-du-voyageur/News-a%C3%A9roportuaires-COVID19

https://www.moroccoworldnews.com/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
Certificado Digital COVID da UE na modalidade de vacinação (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço).
Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação.
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Nas situações de destino, devemos acrescentar a seguinte informação:

Certificados aceites, emitidos por países terceiros em condições de reciprocidade: Albânia, Andorra, Arménia, Benin, Cabo Verde, Colômbia, El Salvador, Ilhas Faroe, Geórgia, Indonesia, Israel, Islândia, Jordânia, Líbano, Liechtenstein, Malásia, Moldávia, Mónaco, Montenegro, Marrocos, Nova Zelândia, Macedónia do Norte, Noruega, Panamá, San Marino, Sérvia, Seicheles, Singapura, Suíça, Taiwan, Tailândia, Tunísia, Togo, Turquia, Ucrânia, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido e dependências da Coroa (Jersey, Guernsey e Ilha de Man), Uruguai, Vaticano, Vietnam (https://ec.europa.eu/info/live-work-travel-eu/coronavirus-response/safe-covid-19-vaccines-europeans/eu-digital-covid-certificate_en).

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 07/06/2022

[Início]

Madagascar

MADAGÁSCAR

As autoridades do Madagáscar permitem a entrada a turistas portugueses que apresentem:
– Comprovativo de teste PCR à Covid-19, com resultado negativo, realizado nas 72 horas anteriores à partida;

À chegada a Antananarivo, todos os passageiros têm que:
– Efetuar um teste antigénio pós desembarque no aeroporto

Formulários
– Formulário de desembarque
(https://madagascar-tourisme.com/wp-content/uploads/2021/11/FICHE-DE-DEBARQUEMENT.pdf)
A Pinto Lopes Viagens apoia no tratamento deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Regras no destino:
– Obrigatório o uso de máscaras na via pública e em espaços fechados
– Cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://madagascar-tourisme.com/Fr-fr/border-reopening

Escala na Turquia: Passageiros em trânsito não são obrigados a submeter um teste PCR na Turquia; terão que cumprir as normas sanitárias e de acesso ao país de destino.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.turkishairlines.com/pt-int/announcements/coronavirus-outbreak/what-you-should-know-during-the-pandemic/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:

Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)

Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 05/05/2022

[Início]

Namibia-2018

NAMÍBIA

Para entrar na Namíbia é obrigatório apresentar:

  • No caso de viajantes vacinados: Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);
  • No caso de viajantes não vacinados: Comprovativo de teste PCR à Covid-19 (ou teste NAAT similar), com resultado negativo, realizado nas 72 horas anteriores à chegada. O resultado tem que ser submetido e validado na plataforma “Trusted Travel Platform”.

Formulários
– Declaração de saúde (https://namibiatourism.com.na/uploads/file_uploads/HEALTH%20QUESTIONNAIRE%20FOR%20TOURISM%20REVIVAL%20INITIATIVE%20TRAVELERS.pdf);
– Declaração de vigilância
(https://namibiatourism.com.na/uploads/file_uploads/COVID-19%20Primary%20Surveillance%20Form.pdf);
A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Regras no destino:
– Medição da temperatura à chegada ao aeroporto;
– obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos
– cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://lufthansa.travel-regulations.com/route-info?origin=LIS&destination=WDH&search-enabled=true
https://www.dfa.ie/travel/travel-advice/a-z-list-of-countries/namibia/

Escala na Alemanha: as Autoridades Alemãs exigem a todos os passageiros, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade mínima de 14 dias e máxima de 9 meses após a última toma da vacina (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço);
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR ou Antigénio realizado até 48h antes do embarque)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 3 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

As autoridades alemãs não permitem que os passageiros usem máscaras de tecido/máscaras comunitárias.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites
https://www.auswaertiges-amt.de/en/coronavirus/2317268
https://lufthansa.travel-regulations.com

** Partida de Setembro
Escala em Luanda: as autoridades Angolanas exigem a todos os passageiros o cumprimento de dos seguintes requisitos:
– Comprovativo de teste PCR à Covid-19, com resultado negativo, realizado nas 72 horas anteriores à partida (aplicável na ida)
– Efetuar teste rápido no trânsito em Luanda (aplicável na ida e no regresso)

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites
https://viagem.covid19.gov.ao

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:

Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)

Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 04/05/2022

[Início]

Namaqualand

NAMAQUALAND EM FLOR

Para entrar na Namíbia é obrigatório apresentar:
– No caso de viajantes vacinados: Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);
– No caso de viajantes não vacinados: Comprovativo de teste PCR à Covid-19 (ou teste NAAT similar), com resultado negativo, realizado nas 72 horas anteriores à chegada. O resultado tem que ser submetido e validado na plataforma “Trusted Travel Platform”.

Formulários:
– Declaração de saúde (https://namibiatourism.com.na/uploads/file_uploads/HEALTH%20QUESTIONNAIRE%20FOR%20TOURISM%20REVIVAL%20INITIATIVE%20TRAVELERS.pdf);
– Declaração de vigilância
(https://namibiatourism.com.na/uploads/file_uploads/COVID-19%20Primary%20Surveillance%20Form.pdf);
A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Regras no destino:
– Medição da temperatura à chegada ao aeroporto;
– obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos
– cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://lufthansa.travel-regulations.com/route-info?origin=LIS&destination=WDH&search-enabled=true
https://www.dfa.ie/travel/travel-advice/a-z-list-of-countries/namibia/

Para entrar na África do Sul é obrigatório apresentar:
– No caso de viajantes vacinados: Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);
– No caso de viajantes não vacinados: Comprovativo de teste PCR à Covid-19 (ou teste NAAT similar), com resultado negativo, realizado nas 72 horas anteriores à chegada.

Formulário
– Declaração de saúde
(https://health.gov.za/covid19/assets/downloads/faq/ENTRY%20SCREENING%20THQ%202.pdf);

Regras no destino
– obrigatório o uso de máscaras em espaços e transportes públicos
– cumprimento de distância de segurança
– os restaurantes, bares e lojas estão abertos com limites de capacidade

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://www.gov.za/covid-19/individuals-and-households/travel-coronavirus-covid-19
https://giltedge.travel/covid-19-protocols
https://www.southafricavisa.com/travel-restrictions

Escala na Alemanha: as Autoridades Alemãs exigem a todos os passageiros, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade mínima de 14 dias e máxima de 9 meses após a última toma da vacina (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço);
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR ou Antigénio realizado até 48h antes do embarque)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 3 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

As autoridades alemãs não permitem que os passageiros usem máscaras de tecido/máscaras comunitárias.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites
https://www.auswaertiges-amt.de/en/coronavirus/2317268
https://lufthansa.travel-regulations.com

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Estas indicações não dispensam a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 13/05/2022

[Início]

Viagem ao Nepal | Pinto Lopes Viagens

NEPAL

Para entrar no Nepal é obrigatório apresentar:
• No caso de viajantes vacinados: Certificado de vacinação completa, com pelo menos 14 dias decorridos desde a toma da última dose.
• No caso de viajantes não vacinados: Comprovativo de teste PCR à Covid-19 (ou teste NAAT similar), com resultado negativo, realizado nas 72 horas anteriores à partida.

Os requisitos acima mencionados não se aplicam a crianças com idade inferior a 5 anos.

Formulários
– Formulário de entrada no país (https://ccmc.gov.np/arms/person_add_en.php)
– Formulário de saída do país (https://ccmc.gov.np/atms/person_add_atms_en.php)
A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Regras no destino:
• Uso obrigatório de máscara em todos os espaços e transportes públicos.

Estas indicações não dispensam a consulta da informação atualizada no site: https://www.immigration.gov.np

Escala no Dubai: Passageiros em trânsito não são obrigados a submeter um teste PCR no Dubai; terão que cumprir as normas sanitárias e de acesso ao país de destino.
Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site:
https://u.ae/en/information-and-services/justice-safety-and-the-law/handling-the-covid-19-outbreak/travelling-amid-covid-19/travelling-to-the-uae

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos
Estas indicações não dispensam a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 13-05-2022

[Início]

Perolas-Baltico

PÉROLAS DO BÁLTICO

Para entrar na Lituânia: já não existe qualquer restrição.

Para entrar na Estónia: já não existe qualquer restrição.

Para entrar na Letónia: já não existe qualquer restrição.

Regras no destino:
– Não existem restrições mas o uso de máscara continua fortemente recomendado.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites:

 

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina;
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 24/06/2022

[Início]

Viagem ao Peru - com linhas de Nazca | Pacotes de Viagem ao Peru

PERU

Para entrar no Peru é obrigatório apresentar:

• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de vacinação com 2 doses.
• Completar o formulário digital chamado Declaración Jurada de Salud y Autorización de Geolocalización, disponível em https://djsaludviajero.minsa.gob.pe/dj-salud/ , nas 72h antes da entrada no país.
• Os menores de idade também devem ter o formulário preenchido
A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Passaporte com validade mínima de 6 meses após a data de regresso.

Regras no destino:
– Uso obrigatório de 2 máscaras cirúrgicas ou máscara KN95 em todos os espaços interiores e exteriores;
– As atividades turísticas, atrações culturais, bibliotecas, cinemas e teatros, casinos e outros estão abertos, embora com capacidade reduzida e horários limitados.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites:
https://www.gob.pe/coronavirus
https://www.peru.travel/pt/covid

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos.

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em:
https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 07/03/2022

[Início]

Polonia-Copernico

POLÓNIA

Ao momento, para entrar na Polónia: é obrigatório o cumprimento de um dos seguintes requisitos:
• A apresentação de um certificado de vacinação completa;
• A apresentação de um certificado que comprove recuperação da infeção por COVID-19, nos últimos 6 meses.
• A apresentação de um certificado de teste negativo para o SARS-CoV-2 (PCR ou antigénio) realizado até 48h antes da viagem;
O resultado deverá ser apresentado em documento emitido em polaco ou inglês.

Formulário: As Autoridades Polacas exigem o preenchimento de um formulário de inscrição eletrónico, disponível online: https://aplikacje.gov.pl/app/klp/#/home

Regras no destino:
• Uso de máscara em todos os locais públicos interiores;
• Distanciamento social;
• Restaurantes, cinemas, museus, igrejas, estão abertos, com limites de capacidade.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.gov.pl/web/coronavirus/eu-member-states-schengen-area

Para entrar na Alemanha ou escala de voos: as Autoridades Alemãs exigem a todos os passageiros, maiores de 6 anos, a apresentação de um dos seguintes requerimentos:
•  Certificado de vacinação completa há 14 dias, emitido na língua de emissão, em inglês, e em formato digital ou em papel;
•  Certificado de imunidade (teste positivo PCR/LAMP/TMA) emitido na língua de emissão, em inglês, e em formato digital ou em papel e que tenha sido realizado, entre 28 e 90 dias antes da entrada no país.
• Resultado de teste PCR/LAMP/TMA negativo realizado, no máximo, 48 horas antes da partida no primeiro aeroporto de embarque;
As autoridades alemãs permitem apenas que os passageiros usem máscaras cirúrgicas, FFP2 (sem válvula), N95 ou KN95 (sem wave). Máscaras de tecido não são permitidas.

Formulário: As Autoridades Alemãs exigem o preenchimento de um formulário de inscrição eletrónico, disponível online: https://www.einreiseanmeldung.de/#/

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.bundesgesundheitsministerium.de/en/coronavirus-infos-reisende/faq-tests-entering-germany.html

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:

  • Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:

– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
 ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

  • Certificado Digital COVID da UETestagem:

Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)

  • Certificado Digital COVID da UE – Recuperação

com validade máxima de 6 meses após a infeção

  • Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
  • Não se aplica a menores de 12 anos

Formulário: Todos os passageiros devem preencher o Passenger Locator Card (individualmente), antes da partida para Portugal, disponível em:
https://portugalcleanandsafe.pt/en/passenger-locator-card

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 07/02/2022

 

[Início]

Quenia

QUÉNIA

Para entrar no Quénia é obrigatório apresentar:
– No caso de viajantes não vacinados: Comprovativo de realização de teste RT-PCR de despiste à COVID-19 (em inglês), com resultado negativo, efetuado até 72 horas antes da viagem. O resultado tem que ser submetido e validado na plataforma “Global Haven”( https://globalhaven.org). À chegada poderão ser sujeitos a novo teste;

– No caso de viajantes vacinados: Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada). O certificado tem que ser submetido e validado na plataforma “Global Haven” (https://globalhaven.org).

Formulários
– Efetuar download da aplicação Jitenge MoH Kenya
– Declaração de vigilância (https://ears.health.go.ke/airline_registration)

Regras no destino:
– Medição da temperatura à chegada ao aeroporto;
– Obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos;
– Cumprimento de distância de segurança.

Estas indicações não dispensam a consulta da informação atualizada no site: https://kcaa.or.ke/covid-19/covid-19-travel-requirements
https://www.kenyanevisa.com/entry-restrictions
https://www.gov.uk/foreign-travel-advice/kenya/entry-requirements#entry-rules-in-response-to-coronavirus-covid-19

Escala na Turquia: Passageiros em trânsito não são obrigados a submeter um teste PCR na Turquia; terão que cumprir as normas sanitárias e de acesso ao país de destino.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.turkishairlines.com/pt-int/announcements/coronavirus-outbreak/what-you-should-know-during-the-pandemic/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos
Estas indicações não dispensam a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 18/05/2022

 

[Início]

Sri-Lanka-3

SRI LANKA

Para entrar no Sri Lanka: As autoridades locais do Sri Lanka permitem a entrada a turistas Portugueses, que apresentem 1 dos seguintes requisitos:
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);
OU
– Certificado Digital Covid de Recuperação da Covid-19 (Tem que ter pelo menos uma toma de uma vacina com duas doses e prova do teste PCR positivo com pelo menos 7 dias e no máximo 6 meses antes da partida OU se tiver tido Covid-19 há mais de 6 meses antes da partida, tem que ter pelo menos uma toma de uma vacina com duas doses e tem que efetuar teste PCR até 72h antes da chegada ou teste antigénio até 48h antes da chegada);
OU
– Comprovativo de realização de teste RT-PCR de despiste à COVID-19 (em inglês), com resultado negativo, efetuado até 72 horas antes da viagem OU teste antigénio, efetuado nas 48 horas antes da viagem.

Formulários:
– Deixou de ser exigido o preenchimento do formulário de declaração de saúde
– Seguro local relativo à Covid-19 no site https://portal.pionline.lk/covidinsurance/ (obrigatório desde 01/01/2022)
– Visto de turismo válido (obtido através do site www.eta.gov.lk)
A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Regras no destino:
• é obrigatório o uso de máscara nos espaços públicos, abertos ou fechados, incluindo no autocarro do circuito.
• é aconselhado a higienização frequente das mãos e superfícies.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.srilanka.travel/helloagain/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:

Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)

Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 03/05/2022

[Início]

O melhor da Suíça e Tirol | Pinto Lopes Viagens

SUÍÇA E TIROL

Para entrar na Suíça: As Autoridades Suíças permitem a entrada a todos os passageiros sem necessidade de apresentar Certificado Digital COVID da EU de vacinação, recuperação ou teste.

Regras no destino:
– uso de máscara é recomendado em espaços e transportes públicos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites:
https://www.sem.admin.ch/sem/en/home.html
https://reopen.europa.eu/pt/map/CHE/7012

Para entrar na Alemanha é obrigatório apresentar 1 dos seguintes documentos:
Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade mínima de 14 dias e máxima de 9 meses após a última toma da vacina (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço);
Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR ou Antigénio realizado até 48h antes do embarque)
Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 3 meses após a infeção
Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Regras no destino:
– Manter distanciamento social e evitar grandes aglomerados.
– Uso obrigatório de máscara para todas as pessoas com mais de 12 anos, nos transportes públicos e estabelecimentos de saúde.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada nos sites:
www.auswaertiges-amt.de/en/coronavirus/2317268
https://www.integrationsbeauftragte.de/ib-de/staatsministerin/corona/what-do-you-currently-need-to-know-about-corona-englisch–1876282
https://lufthansa.travel-regulations.com/route-info?origin=OPO&destination=FRA&search-enabled=true

Para entrar na Áustria: as Autoridades Austríacas exigem a todos os passageiros, com idade igual ou superior 12 anos, a apresentação de um dos seguintes documentos:
Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias após a última toma da vacina;
Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção

Regras no destino:
– Manter distanciamento social e evitar grandes aglomerados.
– Uso obrigatório de máscara FFP2 para todas as pessoas com mais de 12 anos nos transportes públicos e estabelecimentos comerciais.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.austria.info/en

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar:
• Certificado Digital COVID da UE de vacinação completa, com validade máxima de 270 dias (9 meses) após a última toma da vacina;
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes)
• Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação, com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 12/05/2022

[Início]

Tailandia

TAILÂNDIA

Para entrar na Tailândia é obrigatório apresentar:
• No caso de viajantes vacinados: Certificado de vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada)
• No caso de viajantes parcialmente vacinados ou não vacinados: Comprovativo de teste PCR à Covid-19, com resultado negativo, realizado nas 72 horas anteriores à partida.

Formulários
– Registo na plataforma Thailand Pass (https://tp.consular.go.t)
A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

À chegada a Bangkok, todos os passageiros têm que apresentar:
– Código QR gerado na plataforma Thailand Pass;
– Apólice de seguro com cobertura não inferior a 10.000 USD.

Regras no destino:
– Obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos
– Cumprimento de distância de segurança
– Instituições culturais como museus, monumentos e atrações estão abertos, com limitações de capacidade.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.tatnews.org/thailand-reopening

Escala na Turquia: Passageiros em trânsito não são obrigados a submeter um teste PCR na Turquia; terão que cumprir as normas sanitárias e de acesso ao país de destino.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.turkishairlines.com/pt-int/announcements/coronavirus-outbreak/what-you-should-know-during-the-pandemic/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:

Certificado Digital COVID da UE na modalidade de vacinação (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço);
Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes);
Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação;
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes.

Não se aplica a menores de 12 anos.

Certificados aceites, emitidos por países terceiros em condições de reciprocidade: Albânia, Andorra, Arménia, Benin, Cabo Verde, Colômbia, El Salvador, Ilhas Faroe, Geórgia, Indonesia, Israel, Islândia, Jordânia, Líbano, Liechtenstein, Malásia, Moldávia, Mónaco, Montenegro, Marrocos, Nova Zelândia, Macedónia do Norte, Noruega, Panamá, San Marino, Sérvia, Seicheles, Singapura, Suíça, Taiwan, Tailândia, Tunísia, Togo, Turquia, Ucrânia, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido e dependências da Coroa (Jersey, Guernsey e Ilha de Man), Uruguai, Vaticano, Vietnam (https://ec.europa.eu/info/live-work-travel-eu/coronavirus-response/safe-covid-19-vaccines-europeans/eu-digital-covid-certificate_en).

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 08/06/2022

[Início]

Terras-altas-da-Escocia

TERRAS ALTAS DA ESCÓCIA

Para entrar no Reino: Obrigatoriedade de apresentação de passaporte para entrada no Reino Unido (atualizado a 15.03.2022)

Desde 1 de outubro de 2021 os cidadãos portugueses não residentes (sem settled/pre-settled status) necessitam de Passaporte para entrar ou fazer escala no Reino Unido.

Regras no destino:
– Foram eliminadas todas as restrições às viagens internacionais com destino ao Reino Unido.
– Todas as regras e restrições da covid foram levantadas na Escócia.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.gov.scot/publications/coronavirus-covid-19-international-travel-quarantine/
https://www.gov.scot/coronavirus-covid-19/

Para regressar a Portugal Continental é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção: Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Para mais informações, consulte o site https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal;

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 25/05/2022

[Início]

Turquia-3

TURQUIA

Para entrar na Turquia, as Autoridades Turcas exigem a todos os passageiros, maiores de 12 anos, o cumprimento de um dos seguintes requisitos:

Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
OU
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo;
OU
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 48h, com resultado negativo.
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação
– Com validade entre 28 e 180 dias, após a infeção.

Formulário: As Autoridades Turcas exigem o preenchimento de um formulário, nas 72 horas que antecedem a viagem, que deverá ser apresentado, em formato papel ou digital, à companhia aérea no momento do embarque – https://register.health.gov.tr/
A Pinto Lopes Viagens apoia e trata deste procedimento para os clientes dos seus circuitos.

Regras no destino:
– Uso da máscara deixou de ser obrigatório em todos os locais abertos e fechados, sempre e quando a condição do espaço tenha boa circulação de ar e o devido distanciamento social;
– Os balões na Capadócia operam a 100% mas, com limites de capacidade reduzidos a 50%, por balão.

Para mais informações, consulte o site https://tr.usembassy.gov/covid-19-information-2/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação
com validade máxima de 6 meses após a infeção
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 18/03/2022

[Início]

Uganda | Pinto Lopes Viagens

UGANDA

Para entrar no Uganda: as Autoridades do Uganda exigem a todos os passageiros, maiores de 6 anos, o cumprimento dos seguintes requisitos:
• Visto e passaporte com validade mínima de 6 meses após a data de regresso;
• Boletim de Vacinação contra a febre amarela;
• Passageiros vacinados: Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada);
• Passageiros não vacinados ou parcialmente vacinados: Comprovativo de realização de teste RT-PCR de despiste à COVID-19 (em inglês), com resultado negativo, efetuado até 72 horas antes da viagem. Este requisito também é obrigatório para saída do país.

Regras no destino:
– Medição da temperatura e teste à Covid, aleatório, à chegada ao aeroporto
– Uso obrigatório de máscara em espaços públicos, para viajantes com idade igual ou superior a 6 anos.
– Cumprimento de distância de segurança
– Instituições culturais como museus, monumentos e atrações estão abertos, com limitações de capacidade.

Estas indicações não dispensam a consulta da informação atualizada nos sites:
https://www.destinationuganda.com/travel-guide/coronavirus-covid-information
https://www.iatatravelcentre.com/world.php

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:
Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
OU
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.
Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
OU
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo.
Certificado Digital COVID da UE – Recuperação
– com validade máxima de 6 meses após a infeção
Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
• Não se aplica a menores de 12 anos

Estas indicações não dispensam a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 12/05/2022

[Início]

uzbequistao

UZBEQUISTÃO – A ROTA DA SEDA

Para entrar no Uzbequistão: A partir de dia 10 de junho, as autoridades do Uzbequistão permitirão a entrada a todos os passageiros sem necessidade de apresentar Certificado Digital COVID da EU de vacinação, recuperação ou teste.

Regras no destino:
– obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos
– cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://uzbektourism.uz/news/view?id=2247

Escala na Turquia: Passageiros em trânsito não são obrigados a submeter um teste PCR na Turquia; terão que cumprir as normas sanitárias e de acesso ao país de destino.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.turkishairlines.com/pt-int/announcements/coronavirus-outbreak/what-you-should-know-during-the-pandemic/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:

Certificado Digital COVID da UE na modalidade de vacinação (esquema vacinal completo ou esquema vacinal completo com toma da dose de reforço);
Certificado Digital COVID da UE na modalidade de teste (PCR realizado até 72h antes do embarque ou Antigénio nas 24h antes);
Certificado Digital COVID da UE na modalidade de recuperação;
• Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes.

Não se aplica a menores de 12 anos.

Certificados aceites, emitidos por países terceiros em condições de reciprocidade: Albânia, Andorra, Arménia, Benin, Cabo Verde, Colômbia, El Salvador, Ilhas Faroe, Geórgia, Indonesia, Israel, Islândia, Jordânia, Líbano, Liechtenstein, Malásia, Moldávia, Mónaco, Montenegro, Marrocos, Nova Zelândia, Macedónia do Norte, Noruega, Panamá, San Marino, Sérvia, Seicheles, Singapura, Suíça, Taiwan, Tailândia, Tunísia, Togo, Turquia, Ucrânia, Emirados Árabes Unidos, Reino Unido e dependências da Coroa (Jersey, Guernsey e Ilha de Man), Uruguai, Vaticano, Vietnam (https://ec.europa.eu/info/live-work-travel-eu/coronavirus-response/safe-covid-19-vaccines-europeans/eu-digital-covid-certificate_en).

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site: https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.

Última revisão: 08/06/2022

[Início]

Vietname-Laos-e-Camboja

VIETNAME, LAOS E CAMBOJA

Para entrar no Vietname: As Autoridades do Vietname permitem a entrada a todos os passageiros sem necessidade de apresentar Certificado Digital COVID da EU de vacinação, recuperação ou teste.

Formulários
– Efetuar download da aplicação PC-Covid Viet Nam

À chegada a Hanoi, todos os passageiros têm que apresentar:
– Apólice de seguro com cobertura não inferior a 10.000 USD.

Regras no destino:
– Medição da temperatura à chegada ao aeroporto;
– Uso de máscara obrigatório em espaços e transportes públicos
– Cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site
https://vietnam.travel/things-to-do/information-travellers-novel-coronavirus-vietnam

Para entrar no Laos: As autoridades do Laos permitem a entrada a turistas portugueses que apresentem:
– Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada).
OU
– Comprovativo de realização de teste antigénio (ATK) de despiste à COVID-19 (em inglês), com resultado negativo, efetuado até 48 horas antes da viagem.

Formulários
– Efetuar download da aplicação Lao Stay-Safe

Regras no destino:
– obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos
– cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.tourismlaos.org/updates

Para entrar no Camboja: As autoridades do Camboja permitem a entrada a turistas portugueses, que apresentem Certificado Digital Covid de Vacinação completa contra a Covid-19 (realizado pelo menos 14 dias antes da chegada).

Regras no destino:
– obrigatório o uso de máscaras em espaços e transportes públicos
– cumprimento de distância de segurança

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.mfaic.gov.kh/covid-19

Escala na Turquia: Passageiros em trânsito não são obrigados a submeter um teste PCR na Turquia; terão que cumprir as normas sanitárias e de acesso ao país de destino.

Esta informação não dispensa a consulta da informação atualizada no site https://www.turkishairlines.com/pt-int/announcements/coronavirus-outbreak/what-you-should-know-during-the-pandemic/

Para regressar a Portugal é obrigatório apresentar 1 dos seguintes requisitos:

Certificado Digital COVID da UE – Vacinação, que ateste:
– A conclusão da série de vacinação primária do respetivo titular, há mais de 14 dias e menos de 270 dias desde a última dose, com uma vacina contra a COVID-19;
Ou
– A toma de uma dose de reforço de uma vacina contra a COVID-19.

Certificado Digital COVID da UE – Testagem:
– Teste molecular de amplificação de ácidos nucleicos (TAAN), realizado nas últimas 72h, com resultado negativo
Ou
– Teste rápido de antigénio, realizado nas últimas 24h, com resultado negativo)

Certificado Digital COVID da UE – Recuperação com validade máxima de 6 meses após a infeção:
– Certificados (vacinação, recuperação ou teste) emitidos por países terceiros e reconhecidos como equivalentes
– Não se aplica a menores de 12 anos

Devido às restrições a que se encontram ainda sujeitas as viagens realizadas a partir de Portugal, os dados respeitantes a este tema estão em constante evolução, em concordância com as diretivas e a legislação em vigor ao momento. Consulte sempre as fontes oficiais e/ou os nossos Balcões para mais informação.
Para mais informações, consulte o site https://www.visitportugal.com/pt-pt/content/covid-19-medidas-implementadas-em-portugal.

Última revisão: 20-05-2022

[Início]